RECORDE! Roland Garros pagará mais de R$ 90 milhões em prêmios

Se Rafael Nadal já não tem mais o que provar em Roland Garros, com nove títulos no saibro parisiense, vencer em 2015 significará ganhar uma bagatela que jamais viu a organização oferecer. Nessa terça-feira, a Federação Francesa de Tênis (FFT) anunciou que pagará € 28 milhões em premiação, totalizando R$ 92 milhões. O valor é R$ 10 mi a mais do que o distribuído no ano passado.

LEIA MAIS:
Em baixa, Nadal chega a Monte Carlo para reeditar as regras no saibro
Bellucci e Feijão brigam por uma vaga nos Jogos Olímpicos de 2016

O campeão das chaves masculina e feminina levará para casa € 1,8 milhão, R$ 5,9 mi, quase R$ 500 mil a mais do que foi pago a Nadal e Maria Sharapova, campeã em 2014.

Até mesmo os perdedores nas primeiras rodadas serão beneficiados com esse aumento na premiação. As maiores diferenças em relação a edição de 2014 foram notadas nas rodadas iniciais em Paris – quem for eliminado na segunda rodada, receberá € 50 mil, 19% a mais.

Nas duplas, o prêmio dado aos vencedores subiu de € 400 para € 450 mil, um aumento de 12,5% em relação aos valores anunciados na última edição.

A premiação total de Roland Garros é superior ao que foi acertado no Aberto da Austrália, em janeiro (€ 27,5 milhões), mas ainda é superada pela edição passada de Wimbledon (€ 30,43 mi) e do US Open (€ 28,1 milhões).

Roland Garros, o segundo Grand Slam da temporada, começa no dia 24 de maio.

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.

Foto: Getty Images



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.