São José bate Paulistano e encaminha classificação no NBB

Empurrado por uma torcida que fez muito barulho e empurrou o time até o fim, o São José/Unimed fez valer seu mando de quadra e os 100% de aproveitamento dentro do Ginásio Lineu de Moura, em São José dos Campos (SP), para vencer o Paulistano/Unimed por 85 a 74, em partida realizada na noite desta segunda-feira (13) e abrir 2 a 1 na série melhor de cinco das oitavas de final do NBB.

LEIA MAIS:
NBA entra na última semana com três vagas em aberto para os playoffs e seis times na disputa

O Paulistano, mais uma vez, começou melhor a partida e venceu o primeiro período por 21 a 11. A equipe da capital paulista ainda manteve o confronto equilibrado no segundo quarto, mesmo perdendo por 21 a 18. A partir do segundo tempo, porém, o São José tomou conta da partida e fez 55 pontos, faturando a vitória.

O pivô Renan Lenz foi o grande destaque da partida, comandando a virada do time contra a equipe da capital paulista. O joseense saiu do banco substituindo Caio Torres, principal jogador do time interiorano, e marcou 13 pontos, sendo 11 deles no segundo tempo, e seis rebotes.

“Essa vitória não foi só minha, foi de todo o time. No segundo tempo voltamos marcando mais e por isso conseguimos atacar melhor também. Acho que essa foi minha melhor atuação com a camisa do São José, e isso me dá confiança para seguir trabalhando forte e procurando crescer”, comentou o melhor jogador da partida.

O jogo coletivo foi o grande destaque da equipe comandada por Luiz Augusto Zanon. Além de Renan, outros três jogadores terminaram a partida com mais de dez pontos: o ala Dedé marcou 18 pontos, dois a mais que o norte-americano Baxter. Já Betinho anotou 14 pontos ao longo dos 40 minutos de partida.

“O terceiro quarto foi determinante, principalmente pela entrada do Renan, e temos que valorizar isso. Ele é um menino que mais trabalha, que mais se esforça, e isso colocou fogo no jogo. Começamos mal o terceiro quarto, mas conseguimos a virada e essa importante vitória em casa”, explicou Betinho.

Pelo lado do Paulistano, Renato Carbonari e Kenny Dawkins fizeram 17 pontos, com o americano distribuindo oito assistências. Outro bom nome do time comandado por Gustavo de Conti na partida desta segunda-feira foi o ala Pilar, responsável por 16 pontos e quatro rebotes.

“No terceiro quarto defendemos muito mal, deixamos eles fazerem três ou quatro ‘falta e cesta’ seguidas e tomamos 30 pontos, isso é inadmissível em um playoff. Nenhum dos times queria ficar com a corda no pescoço, como estamos agora. Mas isso faz parte. O playoff continua, não tem nada acabado. Temos totais condições de fazer um jogo mais consistente na quarta-feira”, disse Pilar.

O São José terá a chance de garantir sua classificação na próxima quarta-feira (15), quando mais uma vez jogará em seus domínios. Ao Paulistano não resta alternativa que não vencer o jogo fora de casa e forçar a quinta partida, que está marcada para São Paulo (SP), no próximo sábado (18).

Foto: Arthur Marega/São José Desportivo



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.