Corinthians e suas cifras negativas; jogadores seguem sem receber

crédito foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Com uma dívida milionária, o fantasma da “Crise Financeira”, ronda o parque São Jorge. Com ao menos oito atletas com salários, direitos de imagens e premiações em atraso, o Corinthians vive um momento de transtornos e dores de cabeça camuflados pelo espírito de companheirismo e de união em prol do clube.

Os atletas por sua vez, demostram confiança e credibilidade na diretoria e em seus cartolas, o jogador Fábio Santos, em entrevista, descartou haver um clima de insatisfação ou mesmo desconfiança, segundo ele, a diretoria está trabalhando firme para sanar todos os dividendos aos jogadores.

Por sua vez o clube, na última quinta-feira (30), descumpriu um acordo que tinha de pagar todas às dívidas com os atletas até a data mencionada. O clube tentava um empréstimo com uma instituição financeira, porém, teve seu pedido negado.

Para completar a crise, a renovação do principal jogador da equipe Paolo Guerreiro, segue sem rumo e sem direção. O contrato do craque termina em 15 de julho e o atacante pede cerca de 18 milhões de luvas e um salário que gira em torno de 610 mil reais.

A equipe segue unida e jogando bem, com a segunda melhor campanha na fase de grupos da Copa Libertadores da América. Na próxima Quarta (06), pelas oitavas de final, o clube enfrenta o Guarani do Paraguai em Assunção, às 19h45 (horário de Brasília).

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians



Olá, Sou James Hulem, tenho 24 anos, sou formado em Gestão Comercial e universitário de Jornalismo pela Universidade Paulista. Apaixonado por futebol e esportes no geral, São Paulino de berço e torcedor da seleção Alemã de família, também não poderia esquecer e não menos importante fã incondicional de MMA e Ronda Rousey,