Atlético-MG tenta de novo quebrar jejum que dura desde 1971 no Brasileirão

Foto: Bruno Cantini

O ano de 2014 foi marcante na história do futebol mineiro, com os títulos nacionais do Atlético-MG na Copa do Brasil e do Cruzeiro no Brasileirão. Nesta temporada, os dois avançaram para as oitavas de final da Libertadores e buscam novas conquistas no segundo semestre, com as disputas dos campeonatos nacionais.

LEIA MAIS:
Opinião: Atlético-MG não está morto na Libertadores
Jô desencanta após um ano e dá o título ao Atlético-MG

Atual campeão, o Atlético-MG entra na Copa do Brasil apenas na fase final. Já no Brasileirão o time estreia contra o Palmeiras, no próximo sábado (9), no Allianz Parque, às 18h30 (horário de Brasília).

O time que começou a temporada recebeu ao longo do ano reforços como o atacante Thiago Ribeiro, ex-Santos. O atacante já mostrou serviço e fez o primeiro gol na final do título mineiro.

Além disso, o técnico Levir Culpi foi mantido no cargo e o artilheiro argentino Lucas Pratto vive ótima fase.

Pelo menos com relação ao torneio regional, o Atlético-MG saiu na frente de seu arquirrival. O Cruzeiro sequer conseguiu disputar a final, papel assumido pela Caldense. O time de Poços de Caldas estava invicto até encontrar o alvinegro de Levir Culpi. O jogo decisivo em Varginha teve pênalti polêmico, mas o título foi para Belo Horizonte. Thiago Ribeiro e Jô marcaram na decisão.

Campeão da Libertadores em 2013, com Ronaldinho Gaúcho no elenco, o Atlético-MG conquistou o Campeonato Brasileiro apenas uma vez, em 1971.