Bethe Correia rebate Ronda: “Espero que não volte a usar drogas depois de perder”

Reprodução/Facebook

A brasileira Bethe Correia e a americana Ronda Rousey não perdem a chance de se provocar. Depois de a campeã dos galos (61kg) do UFC afirmar que “não será legal com Bethe” no octógono, a desafiante ao cinturão mandou um recado para Ronda. As duas se enfrentam no UFC 190, dia 1º de agosto, no Rio de Janeiro.

LEIA MAIS:
Ronda diz que fez ensaio nu por medo de ex-namorado
Ronda afirma: “Mostro piedade sendo rápida. Mas não serei legal com Bethe”
Ronda abusou de drogas e álcool antes da fama, revela livro

“Só espero que ela saiba lidar com essa derrota melhor do que quando perdeu a última vez e não volte a usar drogas. Torço para que ela consiga aceitar a perda do cinturão. Esse é meu único conselho a ela. Aprenda a perder e não use drogas de novo”, disse a brasileira em entrevista ao site “MMA Fighting”.

Recentemente, trecho divulgado do livro de Ronda revelou que a campeã do UFC abusou de drogas e bebidas alcoólicas após a derrota nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. À época, Rousey competia no judô e ainda não havia iniciado no MMA.

A nova polêmica entre as duas começou quando Ronda disse que vence rápido as adversárias porque mostrava piedade no octógono. “Mas contra Bethe Correia eu não serei legal assim”, completou a campeã.

A paraibana não perdeu a oportunidade de devolver na mesma moeda: “Ela não precisa se preocupar, também não vou ter piedade com ela. Mas isso significa que vou lugar diferente. Eu sempre luto para mostrar todo o meu MMA, mas desta vez quero nocauteá-la rapidamente. Volte para casa e faço seus filmezinhos, vou fazer um favor e conseguir um nocaute. É uma promessa para os brasileiros.”

Quem perder no UFC 190 sairá com uma mancha no cartel. Ambas estão invictas no MMA. Em 11 combates, Ronda venceu todos, sendo nove por finalização e dois por nocaute. Já a brasileira tem nove triunfos em nove lutas, sendo dois por nocaute e sete via decisão.

Crédito da foto: Reprodução/Facebook



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.