Brasileiros do tiro com arco e da natação aparecem entre as jovens promessas da Rio 2016

Getty Images

Um entrou para o esporte aos 12 anos, ao fazer uma visita e se apaixonar pela sede “grande e bacana” da Confederação Brasileira de Tiro com Arco (CBTArco), localizada em Maricá/RJ. Outro começou mais cedo, aos 5, por indicação médica devido aos constantes resfriados na infância. Marcus Vinicius D´Almeida, 17, e Matheus Paulo de Santana, 19, respectivamente tiro com arco e natação, estão na lista dos atletas “iniciantes” com promessas de medalhas nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Além dos brasileiros, coincidentemente, cariocas, a lista, recém divulgada pelo Comitê Organizador Rio 2016 em parceria com a Infostrada Sports, conta ao todo com 12 atletas. O Brasil é o único com dois nomes, os outros dez representam: Jamaica, Grã-Bretanha, China, Japão, Holanda, Estados Unidos, Rússia, Colômbia, Dinamarca e França.

“À medida que se aproximam os Jogos Rio 2016, cresce a vontade de ver brilhar as grandes estrelas do evento, como Usain Bolt e Michael Phelps – mas nem só de atletas consagrados vivem os Jogos Olímpicos”, destaca o Comitê Organizador Rio 2016.

A título de curiosidade, a Infostrada Sports é uma empresa fornecedora de dados exclusivos e serviços de comunicação para a indústria do esporte. Com sede na Holanda e representantes na Austrália, Brazil, China e Rússia, entre outros. Os parâmetros utilizados para a produção da lista não foram divulgados.

Confira abaixo o perfil dos jovens atletas, suas modalidades e conquistas
fonte: Rio 2016

Jaheel Hyde, 18, (Jamaica) – Atletismo
Vencedor da prova dos 400m com barreiras no Campeonato Mundial Júnior de Atletismo e campeão Olímpico da Juventude em Nanquim 2014, com direito ao recorde mundial júnior da prova, com 12.96s.

Giarnni Regini-Moran, 16,  (Grã-Bretanha) – Ginástica artística
Uma das sensações dos Jogos da Juventude Nanquim 2014, conquistou, simplesmente, três medalhas de ouro (solo, salto sobre o cavalo e individual geral) e duas de bronze (barras paralelas e barra fixa).

Si Yajie, 16, (China) – Saltos ornamentais
Atleta dos saltos ornamentais desde os seis anos de idade – com apenas 14, conquistou o ouro no Campeonato Mundial de 2013 na plataforma de 10m. Em 2014, campeã da mesma prova nos Jogos Asiáticos.

Marcus Vinicius D’almeida, 17, (Brasil) – Tiro com arco
Conhecido como “Neymar do tiro com arco”, conquistou a medalha na Copa do Mundo de 2014, perdeu o título por apenas uma flecha. Sua trajetória inclui ainda uma segunda prata, nos Jogos Olímpicos da Juventude de Nanquim e três ouros nos Jogos Sul-Americanos de Santiago, ambos em 2014.

Ami Kondo, 20, (Japão) – Judô
Na época com 19 anos, conquistou o ouro no Campeonato Mundial de Judô de 2014 com uma série de lutas “incríveis” no caminho do título da categoria até 48kg. Dois meses depois, venceu a mesma categoria no Campeonato Mundial Júnior.

Niek Kimmann, 19, (Holanda) – BMX
O “holandês voador”  venceu em 2014, na época com 18 anos, os Campeonatos Mundial e Europeu de Juniores, e ajudou seu país a conquistar o bronze por equipes no ciclismo de estrada nos Jogos Olímpicos da Juventude de Nanquim. Ano em que conquistou seu primeiro torneio sênior na etapa de Zolder (na Bélgica) da Copa da Europa do esporte.

Katie Ledecky, 18, (Estados Unidos) – Natação
Katie Ledecky venceu os 800 m livre em Londres 2012, com apenas 15 anos, e surpreendeu a favorita Rebecca Adlington, que competia em casa. Em 2013, conquistou quatro ouros diferentes no Campeonato Mundial e, no ano seguinte, estabeleceu seus três recordes mundiais. A norte-americana pode competir em sete provas nos Jogos Rio 2016 – se conquistar todas será a maior performance de uma atleta da natação na história dos Jogos Olímpicos.

Yana Kudryavtseva, 17, (Rússia) – Ginástica rítmica
Ganhou três medalhas de ouro no Campeonato Mundial de 2013, competição em que se tornou a mais jovem campeã do mundo no individual geral, aos 15 anos. Melhorou sua marca no ano seguinte, com cinco títulos mundiais. Além de promessa, será uma das estreantes em Jogos Olímpicos.

Fernando Gaviria, 21, (Colômbia) – Ciclismo de pista
Vencedor da prova omnium no Campeonato Mundial de 2015, em fevereiro. Um mês antes, o atleta, então com 20 anos, venceu o britânico Mark Cavendish em duas provas no Tour de San Luis, na Argentina – feito que lhe rendeu o contrato com o lendário time britânico de ciclismo Etixx-Quick-Step. A omnium, no entanto, será mesmo seu principal objetivo nos Jogos Rio 2016.

Emma Jorgensen, 18, (Dinamarca) – Canoagem velocidade
Depois de conseguir duas medalhas de ouro no Campeonato Mundial Júnior em 2014 – nas provas K1 200m e K1 500m –, Jorgensen venceu os K2 1.000m (ao lado de sua compatriota Henriette Engel Hansen) no Campeonato Mundial Sênior de canoagem velocidade no mesmo ano.

Matheus Santana, 19, (Brasil) – Natação
Medalhista de prata dos 50m livre nos Jogos Olímpicos da Juventude em Nanquim, quebrou o seu próprio recorde mundial júnior no caminho até a conquista do ouro nos 100m livre. Matheus terá 20 anos nos Jogos Rio 2016 e pode ser um dos protagonistas do Time Brasil, especialmente se ajudar o país a conquistar os 4x100m livre.

Jean Quiquampoix, 19, (França) – Tiro esportivo
Ganhou a prova da pistola de tiro rápido 25m em sua primeira final de Campeonato Mundial Sênior, em Changwon, na Coreia do Sul, em março/2015. Competição em que alcançou um novo recorde júnior na final, com 29 acertos, e garantiu sua vaga nos Jogos Olímpicos Rio 2016.



Edilene Mendonça é jornalista diplomada pela UNISA (Universidade de Santo Amaro). Sua trajetória profissional inclui atuações em produtora de vídeo, tevê, campanha política, assessoria de imprensa, site infantil e esporte. Pós-graduada em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU).