Com início alucinante, Filipe Toledo vence duelo brasileiro e está na final do Rio Pro

Com um 8.93 e um 7.00 em suas duas primeiras ondas, Filipe Toledo não sentiu a pressão de ser o favorito do torneio, por estar no Brasil e num melhor momento do que os outros 3 semifinalistas, e avançou à final, após bater o conterrâneo Ítalo Ferreira, para tentar sua segunda conquista no ano, e a primeira em solo brasileiro, além de assumir a segunda colocação do ranking mundial.

LEIA MAIS:
Exclusivo: Surpresa no Mundial de surfe, Filipe Toledo quer retomar liderança na etapa do Rio
Medina, Mineirinho e Slater decepcionam e estão fora da etapa do Rio

Na primeira bateria dos homens no dia, Filipe Toledo enfrentou o compatriota Ítalo Ferreira, ambos que vinham de ótima performance durante todo o evento. A torcida, como pediu Adriano de souza, que sonhou em surfar com a praia “superlotada” compareceu, preenchendo todo o espaço da área de competição, e os surfistas não decepcionaram.

Em 35 minutos, os brasileiros deram show, principalmente Filipinho, que abriu o duelo com duas ótimas notas – 8.93 e 7.00 -, mostrando suas principais manobras, além do já característico aéreo. Ítalo, que também tem como característica a manobra voadora, não conseguiu encaixar seu melhor surf, mas ainda fez belas manobras, porém, em ondas pequenas, que lhe renderam uma somatória de6.34, depois de um 1.17 e um 5.15.

Com o resultado, Filipinho agora espera o duelo dos australianos B.Durbidge e Mat Wilkinson, que já estão na água, e farão a final logo em seguida. Já para Ítalo, que parou na semifinal, resta o consolo das 7 posições que o atleta subiu no ranking mundial, do 17o para o 10o, passando feras como Kelly Slater, por exemplo.

Crédito da imagem: Divulgação/WSL
* Curtiu esta matéria? Siga o autor no Twitter: @aleextavares



Jornalista em formação no Mackenzie, estagiário do Torcedores.com e fotógrafo. Fanático por basquete, tênis, surf, futebol e futebol americano.