Corinthians x Paraguaios: Timão vence Nacional e abre caminho para o título inédito da Libertadores; relembre

Corinthians

Em 2012, o Corinthians visitou o paraguaio Nacional, não no Defensores Del Chaco, mas no estádio 3 de Febrero e simplesmente a arena virou um mini Pacaembu, já que a maior parte da torcida era do Timão. Com o resultado de 3 a 1, o Alvinegro venceu e deu sequência na campanha invicta do título inédito do clube. Os gols do Corinthians foram marcados por Jorge Henrique, Emerson Sheik e Élton, que havia acabado de entrar no jogo.

O primeiro saiu após um chute de fora da área, de Jorge Henrique, onde o goleiro não imaginou que a bola iria para meta e quando foi a redonda já estava dentro da rede. Vale um adendo que o camisa 23 estava voltando após ficar três jogos de fora, por estar com uma lesão.

No início do segundo tempo, Edenílson fez uma excelente jogada e tabelou com Danilo, o lateral avançou e tocou para Emerson Sheik, que driblou o goleiro e marcou o segundo. O jogo também foi uma redenção para o “herói” da Libertadores, pois ele também retornava de lesão.

Aos 23 minutos, o Timão levou um susto. Peralta deu uma “meia-bicicleta”, após rebote de Júlio Cesar e diminuiu o marcador. Mas dois minutos depois, Élton fechou o placar e não deixou o Nacional se empolgar.
Tudo começou após a zaga do clube paraguaio sair errado. Paulinho pegou a bola e tocou para Jorge Henrique que viu Sheik. O camisa 11 avançou e tocou para Élton, que acabara de entrar no lugar de Liedson, empurrar para as redes.

Com a vitória, o Corinthians avançou para a próxima fase com uma rodada de antecedência e no futuro venceu a Libertadores contra o poderoso Boca Juniors.

NACIONAL-PAR: Ignacio Don; Mazacotte, Miranda, Caniza e Miers; Orué (González), Villarreal, Riveros (Peralta) e Torales; Germán Cano e Rodrigo Teixeira; Técnico: Javier Torrente

CORINTHIANS: Julio Cesar; Edenílson (Welder), Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Jorge Henrique, Emerson (Willian) e Liedson (Elton); Técnico: Tite

Relembre a partida:

 



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.