Denílson erra palpites na Libertadores e apresenta programa com chapéu de galinha

A noite de futebol de quarta-feira (13) não foi ruim apenas para são paulinos, corintianos e atleticanos. Ela também foi péssima para o comentarista Denílson, do programa Jogo Aberto, da TV Bandeirantes. Ele cravou, ao longo de toda a semana, que São Paulo e Atlético-MG se classificariam para as quartas-de-final da Libertadores, eliminando Cruzeiro e Inter, respectivamente.

LEIA MAIS:
Réver enaltece trabalho de Aguirre e pede maturidade ao Inter na Libertadores
Após eliminação, Luis Fabiano critica Alexandre Pato

Os resultados, como se sabe, foram justamente o oposto. O Cruzeiro eliminou o São Paulo, nos pênaltis, após devolver o 1 a 0 que levou no Morumbi, no primeiro jogo, e o Inter fez 3 a 1 no Atlético-MG, carimbando sua passagem à próxima fase, após empatar o primeiro jogo, no Horto, em 2 a 2.

Sempre descontraído, o ex-jogador participou do programa vestindo um chapéu de galinha e dançou músicas do desenho infantil Galinha Pintadinha, em alusão à eliminação do Atlético-MG, cujo apelido é Galo, e com uma chupeta gigante pendurada no pescoço, relativa à eliminação do São Paulo, cuja estaria lamentando demais.

Desde ontem, em seu perfil do Twitter, Denílson previu que isso aconteceria com ele na edição desta quinta-feira do programa. Assim que o Atlético-MG foi eliminado, ele postou diversas gírias relacionadas a situações adversas, como “moiô” e “azedou”. Também comentou ter se negado a atender uma ligação de Renata Fan, sua companheira de programa e torcedora do Inter, que supostamente iria tirar um sarro dele.

Confira os tweets:

Foto: Reprodução / TV Bandeirantes



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...