Dunga minimiza críticas de João Dória Jr. ao seu trabalho em 2010: “Não é o primeiro”

crédito foto: Divulgação

A CBF convidou João Dória Jr. para ser o chefe da delegação brasileira na Copa América de 2015. O problema é que o empresário foi um grande crítico da primeira passagem de Dunga pela seleção, entre 2006 e 2010.

LEIA MAIS
Veja a lista de convocados da seleção para a Copa América
Aprova ou reprova? Avalie a convocação de Dunga para a Copa América

João Dória chamou o treinador de teimoso por não convocar Neymar e Paulo Henrique Ganso para a Copa do Mundo de 2010. O empresário é torcedor roxo do Santos.

“Dunga é teimoso. Perdeu a chance de ter 2 craques na seleção: Ganso e Neymar. E convocar o Grafite?!?”, escreveu Dória no Twitter no dia 12 de maio de 2010.

Três meses depois, uma nova cutucada no então ex-treinador. “Seleção jovem alegre,do jeito do Brasil. Vitória bonita contra EUA.Ponto para Mano Menezes,Neymar e Pato. Dunga deve ter ficado de mau humor.”

Nesta terça, Dunga minimizou as criticas do chefe da delegação. Os dois terão que dividir espaço durante toda a preparação e participação da seleção no Chile.

“A minha escolha é técnica, sobre os jogadores. Se ele me chamou, não será o primeiro e nem o último. E o tempo é senhor da verdade”, disse.

O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, também falou sobre a opção por alguém quem não está envolvido diretamente com o futebol.

“A CBF está vivendo um novo momento e procura se abrir de forma geral para todos conheçam de perto. Não quero ouvir mais de caixa preta, sempre para frente. Por isso trouxemos o João Doria. Ele gosta de futebol, torce como qualquer brasileiro. Poderia escolher você, é um grande empresário e um grande jornalista”, explicou.

Crédito da foto: Divulgação



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.