Em 99, Corinthians superou falta de energia no Defensores del Chaco e bateu o Olimpia; relembre

Reprodução Youtube

O Corinthians enfrenta o Guaraní-PAR, na noite de quarta-feira, no Defensores del Chaco, pela partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. Não será a primeira visita do Timão ao estádio paraguaio. Em 1999, a equipe até então comandada por Evaristo de Macedo mediu forças contra o Olimpia, pela fase de grupos da competição sul-americana, superou a falta de energia e venceu de virada o adversário por 2 a 1.

LEIA MAIS:
Corinthians sofreu apenas uma derrota contra paraguaios na Copa Libertadores; relembre

O Corinthians começou melhor a partida. Ricardinho carimbou a trave. Marcelinho também teve chance para abrir o placar, mas chutou em cima do defensor paraguaio. A partir da metade do primeiro tempo, os anfitriões se soltaram ao ataque e passaram a dar trabalho ao goleiro Nei. Aos 31 minutos, o atacante Marcelo Paredes pegou rebote de Nei e estufou a rede.

O segundo tempo começou com 15 minutos de atraso devido a falta de energia do Defensores del Chaco.  O Olimpia teve chances para ampliar o marcador, mas parou na atuação inspirada do goleiro Nei. O empate alvinegro veio aos 28 minutos. Vampeta arriscou um belo chute de fora da área e marcou um golaço. Dois minutos depois veio a virada. Éwethon, que acabara de entrar na equipe na vaga de Edílson, recebeu assistência de Mirandinha e completou para o gol.

Nos minutos finais, houve uma polêmica. O meia Marcelinho Carioca foi substituído por Pingo e não quis abraçar o técnico Evaristo de Macedo. Segundo o repórter Mauro Naves, da Rede Globo, o jogador proferiu as seguintes palavras: “Toda vez eu, professor?”. Evaristo rebateu: “Sim. Todas as vezes que eu quiser. Aqui mando eu”.

Com a vitória, o Corinthians carimbou passaporte para as oitavas de final da Libertadores com uma rodada de antecedência.

O Timão atuou com: Nei; Rodrigo, Cris, Gamarra e Silvinho; Amaral, Vampeta, Marcelinho Carioca (Pingo) e Ricardinho (Dinei); Edílson (Éwerthon) e Mirandinha.

Relembre os melhores momentos de Olimpia 1 x 2 Corinthians

Reprodução Youtube



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)