Em sete jogos como mandante, Santos não lucrou nem R$ 1 milhão em renda

Santos
c

O Santos foi mandante em 10 partidas no Campeonato Paulista e o saldo de público e renda é positivo, mas longe dos números que rivais como Palmeiras e Corinthians atingiram. Para a final contra o Palmeiras no domingo, a expectativa é de Vila Belmiro lotada.

Foram sete jogos na Vila Belmiro, dois no Pacaembu e um no estádio Teixeirão, em São José do Rio Preto – estes últimos três foram envolvidos em um pacote de jogos vendido a uma empresa, que arcou com os custos.

Somando os sete jogos do time na Vila Belmiro, o clube levou 64.433 pagantes, uma média de 9,2 mil por partida.

A renda, porém, é bastante baixa para a nova onda de arenas modernas. No total, os sete jogos renderam R$ 969 mil, média de apenas R$ 138 mil. Como comparação, a renda líquida que o Palmeiras recebeu pelo jogo de ida da final foi de R$ 3 milhões.

A partida entre Santos e Rio Claro, no encerramento da fase de classificação, por exemplo, deu prejuízo de R$ 25 mil.

Em tempos de rendas milionárias e estádios cheios, o Santos sofreu com a pouca presença e o lucro pequeno nos jogos que foi mandante, o que pode ajudar a explicar a crise financeira.

Crédito da foto: Divulgação/Santos FC



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.