Experiência de Oswaldo de Oliveira guiou o Palmeiras rumo a mais uma final

Oswaldo do Oliveira

Quando o Palmeiras anunciou a contratação de Oswaldo de Oliveira, ainda em dezembro de 2014, ninguém poderia imaginar que o técnico seria um dos grandes mentores desse elenco rumo a final de um Campeonato Paulista. Até o momento, a experiência do treinador está fazendo a diferença.

Foi assim contra o São Paulo, ainda na primeira fase, e foi assim com o Corinthians, na semifinal. Ninguém acreditava, mas o Palmeiras saiu de campo como vitoriosos desses confrontos, e todos tiveram um dedo do Oswaldo de Oliveira.

Até o momento foram 18 jogos nesse Paulistão, com três derrotas, dois empates e 13 vitórias. Contra o Santos, se vencer e se consagrar campeão, Oswaldo acabará com a ‘sina’ de Vanderlei Luxemburgo e Felipão, únicos treinadores que conquistaram título importantes pelo Palmeiras, desde 1976.

Contra o Santos, na final do Paulistão, o confronto mesclará a experiência de Oswaldo de Oliveira com a “juventude” de Marcelo Fernandes.

Santos e Palmeiras fazem neste domingo, às 16h, na Vila Belmiro, a segunda partida da final do Campeonato Paulista. Ambas as equipes querem quebrar jejuns. Na sétima final seguida, o Peixe não levanta o caneco do estadual desde 2012. Já o Verdão, que volta à decidir o torneio, não vence desde 2008.

Foto: Cesar Greco / Fotoarena / Divulgação