Fisiculturista brasileiro quase teve braço amputado após uso de substâncias proibidas

Reprodução

A busca pelo corpo perfeito é algo que move muitas pessoas a passar horas na academia em treinos intermináveis e que muitas vezes não respeitam o limite do corpo. O passo para o uso de substâncias proibidas é facilmente dado, o que aconteceu com o fisiculturista brasileiro Romário dos Santos.

Casado e pai de um filho, Romário enfrentou graves problemas de saúde por causa do uso do Synthol.

“O médico olhou para mim e falou: ‘Vamos ter que amputar o seu braço. Seu musculo está todo empedrado, está toda destruída e está dando uma necrose. Único jeito que tem é amputar’”, explicou.

O Synthol é um óleo injetável nos músculos que aumenta o tamanho deles de forma quase que instantânea e causa a impressão de um musculo maior. Romário afirmou que passou a usar a substância ao trocar a cidade de Caldas Novas por Goiânia e foi apresentado a ela na nova academia.

Em entrevista a TV Barcroft, o brasileiro relatou situações constrangedoras que passou por conta do seu corpo.

“Eu trabalhava em uma igreja bastante movimentada e uma mulher chegou e falou que a filha tinha 12 anos e não vem aqui porque tem medo de você. Ela te acha um bicho, um mostro. Isso me magoou muito”, lembrou Romário, que afirmou também ser chamado de Hulk nas ruas.

Confira a reportagem completa:

Crédito da foto: Reprodução



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.