Herói do título mineiro, Jô marca após um ano: “Foi toque de Deus”

Foto: Reprodução Facebook

O Atlético-MG conquistou neste domingo (3) o título do Campeonato Mineiro. Os gols foram marcados por Thiago Ribeiro e Jô, que entraram no segundo tempo para fazer 2 a 1. Luiz Eduardo diminuiu para a Caldense, em jogo disputado no Estádio Melão, em Varginha.

LEIA MAIS:
Jô desencanta após um ano e dá o título ao Atlético-MG

“Eu fiz o movimento para pegar a bola, não sei se foi no joelho ou na coxa, mas foi um toque de Deus, porque sem ele a gente não consegue nada”, explicou Jô sobre o lance confuso na área da Caldense.

Convocado para seleção brasileira na Copa do Mundo, o centroavante passou em branco no Mundial e também no Brasileirão e na Copa do Brasil, quando o Atlético-MG sagrou-se campeão. “Agradeço ao pessoal do clube que sempre acreditou em mim”, comemorou Jô, que virou motivo de piada após ficar um ano em jejum.

O atacante revelou que está passando por um drama familiar. “Dedico este gol ao meu filho Pedro, que está internado no hospital com princípio de pneumonia e me deu muita força para continuar trabalhando”, acrescentou o camisa 16, que também é pai de João.

Revelado no Corinthians, Jô atuou no Internacional e no CSKA Moscou até chegar a Belo Horizonte. Ele está no Atlético-MG desde 2012 e conquistou a Libertadores de 2013, quando inclusive foi artilheiro.