Jogadores do Inter lamentam gol no fim, mas consideram empate bom resultado

Getty Images

O Inter foi ao temido Horto enfrentar o Atlético-MG, pelo primeiro jogo entre os dois nas oitavas-de-final da Libertadores, e parece não ter sentido nada da pressão da massa atleticana. O time gaúcho, fortalecido pela conquista do Estadual no final de semana, vencendo o maior rival, se impôs diante do Galo desde o início e só não saiu vencedor por muito pouco.

LEIA MAIS:
Opinião: Atlético-MG não está morto na Libertadores

Faltando 10 segundo para o fim, o zagueiro atleticano Leonardo Silva arrancou o empate para os donos da casa e fez com que a vantagem Colorada para a semana que vem seja um pouco menor. Agora, os comandados de Diego Aguirre podem até empatar em 0 a 0 ou 1 a 1, que passam de fase.

Na avaliação do meia Alex, que foi titular esta noite, o resultado acabou saindo amargo pelo modo como aconteceu, mas não pode ser considerado ruim, pelo contexto. “Acho que, em condições normais, a gente não pode deixar de comemorar. Sabendo que a gente não fez tecnicamente. Tem essa história de que todo mundo está morto no Horto…A gente leva uma pequena vantagem, importante”, analisou o camisa 12.

Valdívia, que tem sido destaque do time, mas começou a partida no banco e só entrou no decorrer dela, comentou a tristeza pelo gol sofrido no fim, mas ponderou que a situação é boa para o alvirrubro. “Infelizmente tomamos um gol. Futebol é isso. Qualquer empate vai dar nós e vamos jogar para ganhar mesmo”, enfatizou o meia, autor de um dos gols da noite.

D’Alessandro, já na zona mista, corroborou o pensamento de Valdívia e comentou que a equipe não pensa em se acomodar com a vantagem conquistada e promete ir pra cima, no Beira-Rio. “Tem que partir para a vitória. A gente não pode ficar esperando. Contaremos com a força da nossa torcida, precisamos ir pra cima e não contar com essa vantagem”, declarou, para os repórteres do Fox Sports.

O empate em 2 a 2 entre Atlético-MG x Inter faz com que o jogo da volta, na semana que vem, em Porto Alegre, reserve a vaga às quartas-de-final à equipe que sair vencedora de campo. Se houver empate em 0 a 0 ou 1 a 1, passa o Inter, e empate em três ou mais gols, dá Atlético-MG. Um novo 2 a 2 leva a decisão para os pênaltis.

Foto: Getty Images



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...