Libertadores: São Paulo e Cruzeiro iniciam mata-mata para recuperar prestígio

Melhores times do Campeonato Brasileiro de 2014, Cruzeiro e São Paulo começam, na noite desta quarta-feira, a disputa por uma vaga nas quartas de final da Libertadores em fases instáveis. Ambos não tiveram motivos para comemorar nos estaduais, com a Raposa eliminada nas semifinais para o arquirrival Atlético-MG, e o Tricolor batido pelo Santos também na penúltima fase do Paulistão.

LEIA MAIS:
Mercado da bola: Sem Lucas Lima, Cruzeiro mira a contratação de Ganso
TV Globo afirma que preferiu transmitir o jogo do São Paulo na noite de hoje

A queda de rendimento acabou resultando em campanhas sem brilho na fase de grupos do torneio sul-americano. Por isso avançar nessa série é fundamental para a confiança crescer ainda mais na próxima fase, quando o vencedor encara quem for melhor de Boca Juniors e River Plate.

O Cruzeiro tem a vantagem de decidir o confronto direto no Mineirão na próxima quarta-feira. Mas hoje, às 22h (horário de Brasília), a Raposa terá que suportar a pressão de mais de 60 mil tricolores no Morumbi pelo primeiro jogo das oitavas de final.

Histórico:
As equipes já se enfrentaram em 69 oportunidades, com 32 vitórias do São Paulo e apenas 16 do Cruzeiro. Nos duelos mata-mata, os mineiros conseguiram eliminar o rival quatro vezes. Nas três decisões entre Cruzeiro e São Paulo, a Raposa foi campeã da Copa Ouro de 1995 e da Copa do Brasil em 2000. O Tricolor venceu a Recopa Sul-Americana, em 1993.

Na Libertadores, a Celeste levou a melhor nas quartas de final em 2009, vencendo o jogo no Mineirão por 2 a 1 e marcando 2 a 0 em São Paulo. Na temporada seguinte, aconteceu o troco dos paulistas: dois triunfos por 2 a 0 na mesma fase de quartas de final.

Fase de grupos: 
O Cruzeiro se classificou como líder do Grupo 3, somando 11 pontos em seis jogos disputados. A Raposa não começou bem o torneio com empates contra Universitario Sucre e Huracán, mas tratou de resolver o problema com duas vitórias sobre o Mineros. Nem mesmo o revés contra o Huracán, na Argentina, foi o bastante para tirar a liderança da Celeste.

Já o São Paulo sofreu bastante em uma chave que tinha o inimigo Corinthians e San Lorenzo, atual campeão da Libertadores. O Tricolor brigou do início ao fim da primeira fase com o time do Papa e só se classificou ao vencer o clássico paulista por 2 a 0 no Morumbi, na última rodada do Grupo 2. O time de Milton Cruz somou 12 pontos, curiosamente uma contagem maior do que o rival desta noite.

Confrontos em 2014:
Brasileirão – São Paulo 2×0 Cruzeiro, no Morumbi
Brasileirão – Cruzeiro 1×1 São Paulo, no Mineirão

Desfalques:
São Paulo: Michel Bastos (dengue), Hudson, Luis Fabiano e Dória (suspensos).
Cruzeiro: Alisson (estiramento na coxa direita) e Ceará (cirurgia no joelho direito).

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO x CRUZEIRO
Local:
 Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 06/05/2015
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Carlos Amarilla (PAR)
Assistentes: Eduardo Cardozo (PAR) e Milciades Saldivar (PAR)

ESCALAÇÕES:
São Paulo: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi e Reinaldo; Denilson, Souza, Wesley, Paulo Henrique Ganso e Centurión; Alexandre Pato. Técnico: Milton Cruz.

Cruzeiro: Fábio; Mayke, Léo, Manoel e Mena; Willians, Henrique, Arrascaeta, Marquinhos e Willian; Leandro Damião. Técnico: Marcelo Oliveira.

Transmissão na TV: Globo, Sportv e Fox Sports.

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.

Foto: Rubens Chiri/Divulgação S.P.F.C



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.