Mayweather vence Pacquiao em luta polêmica que rendeu muita reclamação. Entenda!

Foram de cinco anos de espera para o encontro, mas finalmente o duelo entre Floyd Mayweather e Manny Pacquiao aconteceu em Las Vegas no último sábado. Considerada a ‘Luta do Século’ por reunir duas lendas do pugilismo, o resultado, todavia, rendeu muita polêmica. Ao término de 12 rounds de muito estudo, os juízes decretaram vitória unânime de ‘Money’ por 118×110, 116×112 e 116×112 e, assim, o norte-americano de 38 anos permanece invicto na carreira, com 48 vitórias em 48 lutas.

LEIA MAIS:
Tudo o que você precisa saber para Mayweather x Pacquiao

Com a vitória, Mayweather se tornou o campeão unificado peso meio-médio da Organização Mundial de Boxe (WBO), Associação Mundial de Boxe (WBA) e do Conselho Mundial de Boxe (WBC). Por sua vez, Pacquiao agora tem 57 triunfos no currículo, dois empates e amargou a sétima derrota. A decisão dos árbitros não agradou a maioria do público no MGM Arena, que apoiou o pugilista filipino desde o início do combate.

Para muitos especialistas do boxe mundial, Pacquiao mereceu a vitória por procurar o combate muito mais do que o oponente. O estilo de defesa eficiente e contra-golpes de Mayweather não teria sido suficiente para um resultado unânime como aconteceu.

Ex-campeão mundial de boxe, o brasileiro Acelino ‘Popó’ Freitas comentou a luta pelo canal Premiere Combate. Em mais da metade dos rounds, ele contou mais pontos de Pacquiao do que Mayweather, por isso não concordou com o desfecho traçado pelos juízes. “Venceu o campeão. Imaginava que seria difícil para Pacquiao vencer se não fosse por nocaute. Mas ao meu ver, mesmo apertado, o resultado seria outro”, afirmou Popó nas redes sociais após o combate.

O próprio Pacquiao não ficou nada satisfeito com a decisão, acusando ‘Money’ de fugir da linha de ação. “Foi uma boa luta, mas acho que ganhei. Ele não fez nada, só saiu, fugiu do combate. Atirei golpes desde o início. Ele só se mexia para os lados”, declarou o filipino.

Na entrevista coletiva, ‘Money’ afirmou surpreendentemente que pretende abdicar de todos os cinturões na próxima segunda-feira. Dessa maneira, o lutador mais bem pago do mundo desiste de se igualar ao recorde de Rocky Marciano, que se aposentou em 1956, aos 31 anos, com um currículo de 49 vitórias em 49 combates.

Reveja Mayweather x Pacquiao e tire suas conclusões:

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.

Foto: Getty Images



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.