Pato admite nervosismo por jogar no Morumbi diante de 66 mil pessoas

Pato
Getty Images

O atacante Alexandre Pato demonstrou bastante emoção após jogar no Morumbi lotado, na vitória do São Paulo por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. O craque são-paulino admitiu nervosismo e ansiedade após subir ao gramado e ver as mais de 66,3 mil pessoas que compareceram ao estádio nesta quarta-feira (6).

LEIA MAIS
Ceni comemora bom público e critica falhas na finalização do São Paulo

“Eu tava nervoso no jogo, eu tava ansioso, desde a minha volta ao Brasil eu não tinha 66 mil pessoas, o Morumbi é grandíssimo, vale a pena jogar. O carinho da torcida foi emocionante, mas não tem nada acabado ainda. Temos um grande jogo pela frente, temos que respeitar o Cruzeiro, e também que pensar no Flamengo, que é nosso próximo jogo”, disse Pato, se referindo à estreia do São Paulo no Brasileirão, no próximo domingo (10), também no Morumbi.

Pato também comemorou a redenção de Centurión, que marcou o único gol da partida e deu a vantagem ao São Paulo no duelo das oitavas de final.

“Ele é um cara que precisava de um gol assim, quando você faz um gol num jogo desse em que o jogador pode crescer é muito legal, e ele pode fazer muito pelo São Paulo”, afirmou o atacante.

O jogador também comemorou o crescimento do São Paulo ao longo da Libertadores, depois que o time teve ameaçada a sua classificação na fase de grupos ao disputar ponto a ponto a segunda colocação contra o San Lorenzo, que acabou ficando cinco pontos atrás com a reação tricolor nos dois últimos jogos.

“Oitavas, quartas, é sempre diferente de uma fase de classificação. Sempre falaram que não ia dar para o São Paulo passar, e é um time que temos muitas Libertadores. Eu acho que depois desse jogo muitos vão voltar a temer o São Paulo”, concluiu Pato.



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.