Presidente do Atlético-MG faz alerta a Ronaldinho: “Não queimaria capítulo da história”

A torcida do Atlético-MG tinha como grande ídolo em campo até julho do ano passado e ele vestia o número 49. Ronaldinho Gaúcho era referência no Galo, mas essa história recente de conquistas pode ser manchada. Essa é a análise do presidente Daniel Nepomuceno.

Desde a semana passada surgiu a notícia que Ronaldinho negocia o retorno a Minas Gerais, mas para defender o Cruzeiro, que se ofereceu para pagar R$ 1 milhão por mês.

“Se sou ele, não queimaria esse capítulo da história dele”, afirmou o presidente do Atlético-MG neste domingo.

Gaúcho está no futebol mexicano desde a saída do Galo e tem contrato com o Querétaro por mais dois anos. No clube, ele recebe cerca de R$ 3,1 milhões por ano.

No entanto, o desejo do meia é retornar ao Brasil ou encontrar um clube que dispute a Major League Soccer.

Crédito da foto: Getty Images



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.