Presidente do Botafogo crítica contratação de Seedorf em 2012: “Dispensável”

Botafogo

Carlos Eduardo Pereira assumiu a presidência do Botafogo no início desta temporada, mas não deixa de criticar a gestão anterior, que deixou um rombo nas finanças do clube. Em entrevista ao programa Camarote PFC, o mandatário falou sobre a contratação do holandês Seedorf, ainda em 2012.

LEIA MAIS:
Jefferson lamenta vice mas enaltece elenco do Botafogo: “Tenho orgulho”

“Foi uma contratação caríssima, que foi muito importante, como imagem, como formador de torcedores, mas um atleta que não criou vínculos com o Botafogo”, disse o presidente que ainda fez questão de frizar que Loco Abreu é mais ídolo que o ex-camisa 10. “Se fizer uma comparação entre o Loco Abreu e o Seedorf, diria que o Loco Abreu é um ídolo da torcida do Botafogo e o Seedor foi um grande jogador que passou pelo Botafogo. Acho que foi dispensável a contratação do Seedorf até porque o clube não tinha condição de arcar com aqueles custos naquele momento sem um suporte”, concluiu.

Pelo Botafogo Seedorf disputou 81 jogos e anotou 24 gols. Conquistou o Campeonato Carioca de 2013 e ajudou o Botafogo a se classificar para a Libertadores de 2014 após 17 anos.

Foto: Divulgação/Botafogo