Réver enaltece trabalho de Aguirre e pede maturidade ao Inter na Libertadores

Getty Images

O Inter venceu, convenceu, eliminou o Atlético-MG e foi, pelo menos na noite de futebol desta quarta-feira (13), o time do momento no Brasil. O placar de 3 a 1, que despachou o temido alvinegro de Minas Gerais, se somaram ao empate em 2 a 2, da semana passada, e levaram o Colorado às quartas-de-final, com méritos absolutos.

LEIA MAIS:
Opinião: O dono da “La Boba” e o dono das melenas regem o Internacional

Ciente de que, daqui pra frente, o Inter poderá ser visto como o time a ser batido, pelo que fez até agora, o zagueiro Réver, que entrou durante o jogo, mostrou tranquilidade e reconheceu que a tendência é a disputa ficar ainda mais acirrada. “Com certeza (a vitória) dá muita moral, porém, aumenta a nossa responsabilidade, por termos eliminado uma equipe como o Atlético-MG, que era uma das francas favoritas ao título da Libertadores”, afirmou, à reportagem do Fox Sports, na zona mista.

Ex-jogador do Galo e campeão do torneio continental pelo clube em 2013, Réver também usou sua experiência na competição para explicar como o Inter deve se portar em campo nas fases seguintes: “agora o grau de dificuldade vai aumentando. Precisamos ser maduros, principalmente em jogos fora de casa, para trazer uma boa situação para os nossos domínios”, enfatizou.

O defensor, que atuou depois de várias rodadas ausente, por lesão, também agradeceu a oportunidade dada por Diego Aguirre, mesmo que tenha sido apenas por alguns minutos. “Fiquei feliz de poder entrar em um jogo tão importante, tão difícil, mesmo que só um pouquinho. Pude atuar e ajudar a equipe a sair com a classificação”, comemorou.

Depois, comentou um pouco sobre a filosofia de trabalho do comandante, que gosta de promover rodízio entre os jogadores. Na opinião de Réver, a grande dificuldade do elenco foi apenas no início, para assimilar as ideias do uruguaio. Depois, todo mundo entendeu e hoje a prática é encarada de maneira natural pelo plantel.

O próximo adversário do Inter na Libertadores será o Independiente de Santa Fé, da Colômbia, que eliminou o Estudiantes, da Argentina, nas oitavas-de-final. Até aqui, o Inter tem feito uma ótima campanha na competição. Em oito jogos, soma cinco vitórias, dois empates e apenas uma derrota.

Foto: Getty Images



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...