Ricardo Oliveira reclama da arbitragem e do excesso de cartões contra a Chape

Foto: Divulgação/Santos FC

O jogo entre Chapecoense e Santos, vencida pelos catarinenses, não ficou marcado pelo ótimo futebol apresentado por ambos. Mas sim, pelo número de cartões amarelos distribuídos pelo juiz Jailson Freitas que chamou atenção, foram onze.

LEIA MAIS:
San Lorenzo vence o Sarmiento na 13ª rodada do Campeonato Argentino

Na nova determinação da CBF, os árbitros tem que punir qualquer tipo de reclamação contra a falta anotada nos jogos. Mas essa medida, não foi bem recebidas pelas jogadores. Entre eles, o atacante Ricardo Oliveira que reclamou da nova regra após o término do jogo.

“O critério está sendo rigoroso. Tomei cartão em uma jogada que disputei no ombro. Falou com ele, é amarelo. Não perdemos o controle emocional, a arbitragem é que está sendo rigorosa”, reclamou o camisa 9.

Para o jogador santista, a maioria dos cartões aplicados pelo árbitro poderiam ter sido evitados, já que seu excesso deixou o jogo lento. Ricardo acredita que o excesso de cartões deixou o futebol feio.

“Se há violência, tem que ser punida. Mas nós não podemos ter tantos cartões amarelos assim, pois o futebol fica feio”, completou o artilheiro.

Foto: Divulgação/Santos FC



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com