Suposto responsável pelo drone no estádio do Boca é piloto argentino

Os diversos acontecimentos inusitados que rechearam o jogo de volta das oitavas-de-final da Libertadores, entre Boca Juniors x River Plate, na noite desta quinta-feira (14), têm tido desdobramentos ainda mais espantosos do que os fatos em si. A mais recente novidade gira em torno do idealizador do drone que sobrevoou o estádio carregando o “Fantasma da Série B”, para provocar o River Plate.

LEIA MAIS:
Imprensa internacional destaca “papelão mundial” de Boca x River
Com direito a drone e gás de pimenta, partida entre Boca Juniors e River é suspensa

Gonzalo Perlo, um piloto argentino de fama razoavelmente grande, pode ter sido o responsável por levar o drone ao estádio e pilotá-lo, quando as equipes voltaram do vestiário, para o segundo tempo. Uma foto com um torcedor segurando o controle remoto do drone, com o rosto coberto e trajando um agasalho do clube e boné, foi postada no Instagram de Perlo, ainda na noite de ontem.

Apesar de não ser possível ver o rosto do torcedor, há um outro sujeito ao lado dele, cuja parte da face identificável é muito semelhante à de Perlo, o que leva às suspeitas de que, no momento da foto, ele tenha dado o controle para outro torcedor, como se ele não tivesse relação com aquilo. Inclusive, na legenda da foto, ele diz que o torcedor que segura o controle seria o “co-piloto do drone”.

No entanto, Gonzalo Perlo é piloto de drones profissional e desde os 11 anos de idade pratica o automobilismo. Atualmente, inclusive, ele disputa a categoria TC Pista, pela equipe Ford Falcon, de carros de turismo e até já foi campeão de outras categorias, também de carros de turismo, além de ter chegado a disputar a Fórmula 4 Argentina, uma das mais tradicionais do país, que já teve nomes consagrados do automobilismo, como Eliseo Salazar, como campeões.

O drone que sobrevoou o estádio do Boca Juniors ontem, levava pendurado um boneco branco, que simbolizava um fantasma, com a letra “B” gigante escrita, em alusão ao rebaixamento do River Plate à segunda divisão argentina, ocorrida recentemente.

A partida, naquele momento, se preparava para ser reiniciada, quando torcedores atacaram os atletas do River Plate com spray de pimenta, no túnel de acesso ao vestiário da equipe, e fizeram o jogo ser suspenso. Ele estava empatado em 0 a 0 e a Conmebol decidirá na tarde de hoje o destino dos dois clubes na competição.

Confira a foto postada no Instagram do suposto idealizador da provocação:

Reprodução
Reprodução

Foto: Reprodução / TV



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...