Atlético-MG não vai sentir tanto se Guilherme sair. Veja cinco motivos que comprovam

BELO HORIZONTE, BRAZIL - APRIL 9: Guilherme #17 of Atletico MG celebrates a scored goal against Independiente Santa Fe during a match between Atletico MG and Independiente Santa Fe as part of Copa Bridgestone Libertadores 2015 at Independencia Stadium on April 9, 2015 in Belo Horizonte, Brazil. (Photo by Pedro Vilela/Getty Images)

O meia-atacante Guilherme está envolvido em especulações para sair do Atlético-MG. O nome do camisa 17 já foi ventilado no Cruz Azul, do México, e no Fluminense, mas ele garantiu que não recebeu propostas e que deve continuar no Atlético.

LEIA MAIS:
Zagueiros do Atlético-MG novamente se destacam na vitória contra o Joinville

Pouco utilizado pelo técnico Levir Culpi entre os titulares, Guilherme não faria tanta falta assim ao Atlético caso fosse, de fato, negociado. Confira cinco motivos que comprovam isso:

1) Reserva de luxo
O jogo contra o Joinville, no último domingo (28), foi apenas o terceiro de Guilherme no Campeonato Brasileiro. Mesmo recuperado de lesões, o jogador não tem conquistado espaço para atuar com mais frequência. Ou seja: Guilherme virou um reserva de luxa para Dátolo, Maicosuel, Carlos, Thiago Ribeiro e outros jogadores.

2) Lesões constantes
Guilherme tem histórico de lesões preocupantes. Tanto é que, em entrevista à televisão mexicana, o técnico do Cruz Azul, Sergio Bueno, falou justamente isso do meia-atacante do Atlético. Ter um atleta que se machuca constantemente não é boa coisa para nenhum treinador.

3) Salário alto
Guilherme não ganha pouco no Atlético-MG. Ele recebe cerca de R$ 300 mil mensais, algo que pesa contra ele em renovações de contrato.

4) Excesso de opções
Além de Guilherme, o técnico Levir Culpi tem diversos jogadores na equipe que atuam de forma semelhante: Maicosuel, Carlos, Luan e Thiago Ribeiro são alguns deles. Como armador, Dátolo, Dodô e Giovanni Augusto cumprem bem a função.

5) Bom negócio para o clube
Desde 2011 no Atlético-MG, Guilherme ainda não criou identificação total com o torcedor do Galo, até por causa do passado cruzeirense. Com salário alto, o meia-atacante não fez jus a ter o contrato renovado. A saída poderia fazer bem aos cofres do clube.

Crédito da foto: Getty Images



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.