Galvão Bueno se nega fazer as pazes com o “Pânico”, da Band, após polêmica com repórter

Foto: Reprodução/Band

O “Pânico”, da TV Bandeirantes, exibiu neste domingo a caça da produção a Galvão Bueno, no Chile. O locutor da Rede Globo não quis receber flores de um cinegrafista e de uma modelo chilena como pedido de desculpa.  Galvão ficou chateado com o repórter Daniel Peixoto, o “Alfinete”, que o desmentiu sobre uma turbulência no voo de Santiago para Temuco há duas semanas.

LEIA MAIS:
Galvão, Ronaldo e Arnaldo levam susto com pane de avião no Chile e narrador faz piada
Humorista da Band desmente turbulência em voo com Galvão: “foi marketing dele”

O global postou nas redes sociais uma foto juntamente aos comentaristas Ronaldo e Arnaldo Cezar Coelho relatando o susto. “Pane, cheiro forte de fumaça no sistema de ar condicionado faz avião voltar para Santiago. E o @arnaldocezarcoelho feliz. Ele diz que é de susto né @ronaldolima? #vaientender #copaamerica começando bem! #sqn”, escreveu o narrador.

No dia seguinte, Alfinete, que viajou na mesma aeronave de Galvão e cia, disse em entrevista ao Portal Terra que o tal susto não passou de uma estratégia de marketing.

“Galvão deu uma valorizada básica. Eu deveria ter feito isso, não tive essa ideia. Pobre da companhia aérea. O certo seria não ter acontecido, mas não teve pânico nenhum dentro do avião, muita gente nem percebeu”, contou.

Durante a reportagem exibida no dominical, Alfinete e Vesgo, repórteres do programa, não conseguem chegar perto do narrador. Um cinegrafista enfim consegue abordá-lo. Oferece flores, porém, é ignorado. “Dá licença. Sai. Não quero não. Cara, respeite!”, diz. Logo em seguida, a modelo chilena tenta levar um buquê. No início, Galvão a cumprimenta, mas depois a ignora e entra rapidamente no automóvel.

“Não entendi porque o Galvão ficou chateado comigo. Sobre o episódio do avião falei exatamente a mesma coisa que ele falou para o Jornal Nacional, mas acho que ele interpretou de outra maneira. Adoro o Galvão Bueno e o respeito muito. Não gostaria que ele ficasse chateado comigo ou com o programa, mas não vou mudar minha versão para agradá-lo”, comenta Alfinete, que está no Chile cobrindo a Copa América para o Pânico.

A má recepção não tirou o carinho do humorista pelo locutor. “Relaxa Galvão, não mete o loco, sou teu fã número 1!”, disse.

Vesgo garantiu que nunca teve muitos problemas nas entrevistas com o Galvão, mas, também resolveu mandar um recado pedindo a paz entre ele e seu companheiro de elenco. “Sai que é tua Galvão! É a rosa da paz! O Alfinete é seu fã!”

Assista a reportagem:

Foto: Reprodução/Band

 

 



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)