Gêmeas do Santos confundem plantel e comissão técnica

Twitter

O futebol feminino do Santos teve dois reforços e o curioso disso tudo é que são jogadoras gêmeas, as irmãs Natane e Chaiene Locatelli com 20 anos, natural de Garibaldi (RS), são parecidas e fazem com que qualquer torcedor que vai acompanhar a partida confunde e até mesmo o treinador do time.

A jogadora Natane joga na lateral-esquerda já, Chaiene é meia campista. Elas têm uma trajetória semelhante a das irmãs Bia e Bianca, do nado sincronizado. Começando as suas carreiras na cidade natal, logo partiram para Porto Alegre, passaram por Kindermann (SC), Foz Cataratas (PR), Vitória (PE) e a base da seleção brasileira até que chegaram na equipe do Santos. O técnico Caio Couto espera contar com o bom desempenho.

O treinador até sabe como reconhecê-las, pois uma possui uma marca que a outra não tem.

“Eu tenho uma pinta no pescoço, a Natane não tem, uma vez do nada apareceu um negocio preto no pescoço dela. O técnico disse: Chaiene, vai para a lateral e ela com a pinta no pescoço, ele achou que era eu por causa do negocinho do gramado sintético”, disse a jogadora Natane ao UOL Esporte.

A dupla já jogou na seleção brasileira sub-17 e disputou o Mundial da categoria e agora deixaram de lado uma chance de estudar nos Estados Unidos, elas viram que o Santos tem uma maior chance para a carreira delas decolar.

“Não existe um clube no Brasil que tem uma estrutura boa assim. Muita gente queria estar no nosso lugar é um sonho para a gente, eu assistia na TV a Marta jogando e sempre quis estar aqui”, comentou a atleta Chaiene.

Foto: Reprodução/Twitter



Comecei a minha experiência no jornalismo esportivo em Fevereiro de 2013 no Portal Jogo Limpo quando comecei a escrever sobre o Sertãozinho F.C e comecei no mesmo ano em webrádios e hoje quero somar ao site Torcedores.com