Opinião: Palmeiras aplicou “surra” no São Paulo em pleno Allianz Parque

Cesar Greco / Ag. Palmeiras / Divulgação

Na semana em que os “modinhas” coloriram suas fotos nas redes sociais, o desfecho não poderia ser outro: o amor perdeu. A vitória por 4 a 0 do Palmeiras sobre o São Paulo, no domingo (28), pelo Campeonato Brasileiro foi um massacre! Uma surra digna de enquadramento nas sanções da Lei Maria da Penha.

LEIA MAIS:
Palmeiras provoca São Paulo em anúncio de camisa no site oficial

Eu confesso que estava brigado com o time. Também, pudera! Levar o avô de 80 anos ao Allianz Parque pela primeira vez e ser presenteado com uma derrota para o Goiás me deixou alguns jogos em casa, apenas afinando as cornetas. Mas, a volta ao maior palco do futebol brasileiro não poderia ser melhor! O churrasco às 11h já anunciava a chuva de gols que viria.

E virou rotina massacrar o São Paulo em nossa casa. Ou melhor, virou passeio, como diria Galvão Bueno. Sim, o Palmeiras é a Alemanha dos clássicos e o placar do Allianz anuncia 7 × 0 nos Tricolor este ano.

Então, como fiz no último chocolate, gostaria novamente de perguntar ao presidente são-paulino Carlos Miguel Aidar: Quem está se apequenando? O seu clube tem quatro meses de salário atrasado. O seu goleiro Rogério Ceni já foi buscar a bola no barbante sete vezes só esse ano, contando com o jogo pelo Campeonato Paulista.

Cadê o centroavante que vocês aliciaram daqui? Não joga há seis meses… Cadê o Wesley? É o terceiro reserva…

Ah, como foi bom ouvir a torcida ironicamente clamando pela entrada desse sujeito ontem em campo!!

Sinceramente, presidente Aidar, reveja sua posição sobre apequenamento. A bem da verdade é que a única coisa que aumenta é a quantidade de gols que seu time leva no Allianz Parque!!!

Aproveito e pergunto também ao Luis Fabiano, qual seria a desculpa da vez.Durante a semana, ele vinha soltando as asinhas, dizendo que os 3 × 0 do Campeonato Paulista jamais se repetiriam, pois foi um jogo atípico, com gol relâmpago e expulsões um monte de outras coisas.E não é que ele acertou? O placar não se repetiu mesmo. Dessa vez foram quatro gols.

E o Ceni, então? É deprimente ver um ícone do futebol encerrar sua brilhante carreira dessa forma: humilhado de novo. Cabisbaixo. Deu pena também do tal do Juan Carlos Osorio. O técnico que até duas semanas atrás era tido como o novo  Rinus Michels do futebol mundial! O São Paulo arrumou um treinador à sua altura: arrogante e prepotente. Haja bilhetinho pra anotar tanto gol do Palmeiras, hein professor?!

Só esperamos que esse resultado seja o marco para o fim da oscilação no campeonato. O Palmeiras tem uma sequência de jogos favoráveis e o time tem de mostrar que sabe jogar contra equipes retrancadas.

É a hora da arrancada, Palmeiras!!!

Crédito da foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação



Advogado. 30 anos. Amante do futebol de modo geral e da Sociedade Esportiva Palmeiras de forma incondicional! Recentemente montamos um blog sobre futebol (www.porbaixodaspernas.com.br), onde podemos expor nossas opiniões da maneira que mais gostamos: com a visão das arquibancadas!