Messi tem atuação de gala, Argentina atropela e está na final da Copa América; veja os gols

Getty Images

Com uma atuação magistral, a Argentina se classificou para a final da Copa América nessa terça-feira ao golear o Paraguai por 6 a 1 e está a uma vitória de findar o jejum de 22 anos sem títulos. Apesar de não marcar na noite, a estrela da partida em Concepción foi Lionel Messi, que infernizou a defesa paraguaia e foi um verdadeiro garçom dos companheiros. Agora o último passo será contra o anfitrião Chile, no próximo sábado, em Santiago.

LEIA TAMBÉM:
Messi dá caneta e aplica “boliche” na defesa do Paraguai. Veja o lance!
Veja como são feitos os dribles de Messi no FIFA 16

A seleção argentina não é campeã de nada no futebol profissional desde a Copa América de 1993. Desde então, foi derrotada pelo Brasil em duas finais de Copa América (2004 e 2007), além da Copa das Confederações de 2005. No ano passado, perdeu a Copa do Mundo do Brasil na prorrogação para a Alemanha.

OS GOLS
A vantagem argentina começou a ser construída logo aos 15 minutos de jogo. Em falta pela esquerda, Messi cobrou e o lateral Rojo completou para as redes. Nove minutos depois, o time de Tata Martinez ampliou com Pastore, que aproveitou bela jogada do camisa 10.

Nos acréscimos, a zaga argentina deu uma vacilada e Lucas Barrios, artilheiro do Paraguai na Copa América, descontou na saída de Romero. Seria um sinal da possível reação dos guaranis? Ledo engano. Di Maria, aos 2 e aos 7 minutos, instaurou a goleada. No quarto tento, mesmo que não tenha sido o autor, Messi fez uma jogada estonteante que deixou a defesa do Paraguai atordoada.

Aos 36 minutos, Aguero ampliaria a goleada completando de cabeça um cruzamento de Di Maria. Finalmente Higuain fechou a tampa do caixão paraguaio um minuto depois, e, claro, após nova jogada de Messi.

Veja todos os gols do passeio da Argentina sobre o Paraguai:

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: Getty Images



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.