Presidente do Corinthians confirma que Sheik e Guerrero não jogam contra a ex-equipe

Montagem Divulgação

Roberto de Andrade, presidente do Corinthians, confirmou durante participação no programa “Jogo Aberto”, da TV Bandeirantes, na tarde desta sexta-feira, que o Flamengo atendeu ao pedido para não escalar a dupla Emerson Sheik e Guerrero para o jogo entre os dois times que está marcado para o próximo dia 12 de julho, no Maracanã.

LEIA MAIS:
Corinthians pede e Flamengo estuda não escalar Sheik e Guerrero no jogo entre as equipes

“É verdade. Tem até multa no contrato. O contrato de Guerrero iria até dia 15 de julho e o jogo nosso contra o Flamengo é no dia 12 de julho. Só que não estou pagando o salário dele até o dia 15. Na quarta-feira que antecedeu Corinthians e Palmeiras, ele não quis jogar porque teve problema no aeroporto (Santos Dummont-RJ) quando foi cobrado por torcedores após o jogo contra o Fluminense. Então conversei com o seu agente, rescindi o contrato, ele abriu mão do salário, mas como estava no prazo do contrato pedi para ele não jogar”, afirmou.

“Conversei com o presidente do Flamengo e ele concordou. Assim eles não jogam contra o Corinthians”, continuou Andrade.

Mais cedo em entrevista ao jornalista Mauro Cézar Pereira, da ESPN, o dirigente flamenguista Rodrigo Caetano havia confirmado a negociação para a dupla não entrar em campo contra o Timão.

“Existe uma solicitação, sim (para que Guerrero não seja escalado), somente para o jogo de julho, por conta dos acordos com os atletas. Acho pouco provável que não se chegue a um acordo sobre isso”, explicou.

Foto: Montagem/Divulgação



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)