Suker, artilheiro da Copa de 98, é suspeito de manipulação de resultados

Copa
Getty Images

Quem não se encantou com o surpreendente futebol demonstrado pela Croácia na Copa do Mundo de 1998, disputada na França, país que derrotou a sensação do torneio na Semifinal? Liderados por Davor Suker, centroavante e artilheiro da competição com 6 gols, os croatas fizeram história, mas agora um dos membros daquela geração ganha destaque mundial por um motivo negativo.

LEIA MAIS:
Corrupção na Libertadores existe há pelo menos 50 anos, afirma dirigente

O próprio Suker, considerado o maior jogador do país, é acusado de participar de esquema de manipulação de resultados, segundo a TV alemã ARD. O ex-jogador é membro do Comitê Executivo da UEFA desde 2012 e presidente da Federação Croata de Futebol desde março deste ano.

Conversas telefônicas mostram Suker falando com Ante Sapina, croata condenado por manipular resultados em escândalo de 2009, indicando uma proximidade suspeita entre os dois: “Deveria ser reconhecido que o esquema de Sapina também manteve contato com Davor Suker e ele foi usado por Sapina como testa de ferro para realizar as apostas”, escreveram os investigadores, segundo o jornal alemão.

É bom informar que no processo que condenou Sapina, Suker não é sequer mencionado, seja como suspeito ou como testemunha. De toda forma, o material contendo as gravações já está em posse da UEFA.

Foto: Getty Images