Trombose tira Dara, capitã da Seleção Feminina de Handebol, do Pan de Toronto

A Seleção Feminina de Handebol sofreu uma importante baixa para a disputa dos Jogos Pan-Americanos, que serão disputados em Toronto, no Canadá, no próximo mês de julho. A pivô Dara sofreu uma trombose venosa profunda na perna esquerda, tendo que deixar o grupo de jogadoras convocadas para a competição. Para o lugar da atleta, o treinador Morten Soubak convocou a também Elaine Gomes, que esteve no grupo campeão do mundo de 2013. A informação foi divulgada neste domingo (29), através de comunicado da Confederação Brasileira de Handebol.

LEIA MAIS:
Rebeca Gusmão conta como superou a depressão e revela: “eu pedi para morrer”

“É um caso importante e, por isso, exige repouso absoluto. Ela está sendo assistida pela equipe médica da Seleção, já foi medicada e fará outros exames para podermos determinar o tempo exato de recuperação”, explicou Pauline Bittencourt, médica da Seleção Feminina. De acordo com a doutora, Dara sentiu uma forte dor na perna esquerda, tendo a trombose diagnosticada após passar por alguns exames.

“Para mim, foi um balde de água fria não ir para o Pan. Quem me conhece sabe o quanto representar o Brasil me move, me alimenta e, nas portas da competição ficar de fora por um tema tão grave, me deixa impotente e muito triste. Porém, ao saber dos riscos que estava correndo, ao ter descoberto isso com tempo, não tenho como pensar em outra coisa que não seja agradecer a Deus por tudo. Mais uma vez, me considero abençoada, pois poderia sofrer consequências gravíssimas”, comentou Dara.

“Ainda não sei o tempo de recuperação. Tenho alguns resultados para pegar e alguns exames para fazer. O que se sabe é que devido à medicação, necessito de repouso em princípio de três meses”, concluiu a atleta, que esteve presente nas principais conquistas do time feminino de Handebol, como os últimos Pan-Americanos e o título mundial de 2013, conquistado na Sérvia.

Soubak lamentou a ausência de Dara para o torneio, mas destacou que a saúde da jogadora é a prioridade. “Sinto muito e espero que ela recupere logo para poder voltar à quadra, mas agora ela precisa se cuidar e voltar bem para os próximos compromissos que temos”, comentou o treinador, que terá suas atletas reunidas para treinos a partir do dia 9, em São Caetano do Sul (SP). No dia 12, a equipe viaja para Toronto.

Foto: Alexandre Loureiro



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.