Veja 5 motivos para acreditar na vitória do Flamengo no “Clássico dos Milhões”

Gilvan de Souza/Flamengo

Se a situação do Flamengo é delicada por estar dentro da zona de rebaixamento, o técnico Cristóvão Borges não pode lamentar tanto assim ao ver a dramática missão do Vasco, lanterna do Brasileirão no momento. Assim como o Rubro-Negro fez nessas primeiras rodadas, o Gigante da Colina também trocou o treinador e Celso Roth estreia no cargo pressionado pela primeira vitória na competição. Por isso, a torcida do Urubu que certamente tomará a Arena Pantanal, em Cuiabá, tem motivos de sobra para ver sua equipe reagir e, ainda por cima, prolongar o sofrimento do adversário.

LEIA MAIS:
5 erros que o Flamengo não pode cometer no clássico contra o Vasco
“Clássico dos Milhões”: veja 5 jogadores que podem decidir para o Flamengo!
Vasco x Flamengo: Veja os números do confronto no Brasileirão
Ídolo do Flamengo, Adílio fala sobre seu clássico inesquecível contra o Vasco
Lembra dele? Douglas Silva fala sobre o seu Flamengo x Vasco inesquecível

A seguir, o Torcedores.com aponta cinco razões para o flamenguista acreditar que hoje o Rubro-Negro vai vencer o maior rival. Acompanhe!

1) Retrospecto
Na história, Flamengo e Vasco já se enfrentaram 388 vezes, com 148 vitórias para o Rubro-Negro contra 132 do Cruz-Maltino e mais 108 empates. Pelo Brasileirão, nova vantagem do Urubu: 19 vitórias contra 16 reveses, e outros 18 empates. O time da Gávea acumula 12 jogos sem perder para o maior rival no Nacional – o último triunfo vascaíno aconteceu em 2006. Neste ano, o Fla também leva vantagem ao vencer dois dos quatro jogos realizados contra o rival (um durante a pré-temporada em Manaus e outro pelo Carioca).

2) Fora do Rio é bom negócio!
A Arena Pantanal receberá o clássico entre Vasco e Flamengo por desejo do Gigante da Colina. Mas se olharmos o histórico recente de clássicos entre os dois times que ocorre fora do Rio de Janeiro pelo Campeonato Brasileiro, o Rubro-Negro tem motivos para sorrir. Em 2013, o “Clássico dos Milhões” ocorreu no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e o Fla venceu por 1 a 0, com gol de Paulinho, o primeiro do atacante pelo Urubu.

3) Rival de mal a pior
Por mais que a defesa do Flamengo esteja deixando a desejar nessas oito primeiras rodadas de Brasileirão, ninguém mais tomou gols até aqui do que o Vasco. O time cruz-maltino sofreu 14 gols e, para completar, tem o pior ataque, com apenas três gols marcados. Hoje o Gigante da Colina estreia um novo técnico, Celso Roth, e a falta de conhecimento do elenco pode ser outra arma a se aproveitar pelo Rubro-Negro.

4) Sheik neles
O clássico de logo mais será o primeiro de Emerson Sheik em sua segunda passagem pelo Flamengo. Ao longo da semana, o atacante se mostrou bem ansioso para disputar essa partida decisiva e é de esperar que a garra e disposição do camisa 11 estarão em campo, principalmente buscando o primeiro gol em sua volta. Sem Paolo Guerrero, que está disputando a Copa América pela seleção peruana, Sheik tem a responsabilidade de carregar a cobrança de torcida e diretoria no momento, por isso Cristóvão pode usar tudo isso para motivá-lo desde o vestiário.

5) Caso Léo Moura
Outro fator que o Flamengo pode usar logo mais é a baixa autoestima vascaína no momento, não só pela má campanha no Brasileirão, mas também pelo fracasso recente nas negociações. A que mais repercutiu negativamente foi a de Léo Moura, que após entrar em contato com a diretoria cruz-maltina, recuou e desistiu de jogar no rival do seu ex-time. Para completar, o lateral trocou provocações com o presidente do Vasco, Eurico Miranda, nas redes sociais e tudo isso foi um prato cheio para a nação rubro-negra tirar sarro nos adversários. Certamente a torcida flamenguista vai provocar bastante os rivais pelo fracasso até fora de campo.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.