Zagueiro chileno é suspenso por três jogos por provocação a Cavani

O zagueiro chileno Gonzalo Jara não foi expulso por Sandro Meira Ricci durante o jogo, mas acabou punido pela provocação obscena a Edinson Cavani no duelo entre as equipes. O tribunal disciplinar da Conmebol suspendeu o defensor por três jogos.

Durante a partida, Jara “cutucou” o adversário nas partes íntimas do rival e recebeu um tapa como resposta. O juiz brasileiro só viu o revide do uruguaio e o puniu com o segundo cartão amarelo e a expulsão.

Cavani ficou revoltado por conta da atitude de Jara e pela omissão de Sandro Meira Ricci. A partida foi válida pelas quartas de final da Copa América.

A seleção chilena pode recorrer da decisão do tribunal disciplinar da entidade, mas dificilmente Jara entrará em campo no duelo contra o Peru, pela semifinal.

“A diretoria de comunicação da Federação de Futebol do Chile informa o conhecimento da punição de três jogos que o Comitê de Disciplina da Conmebol aplicou ao jogador Gonzalo Jara. A diretoria lamenta tal decisão, porém a aceita. Porém, a Federação de Futebol do Chile tem confiança que a sinalizada instância disciplinar do órgão do futebol sul-americano aplicará o mesmo rigor também aos jogadores da seleção do Uruguai, que oportunamente foram denunciados por terem agredido ao auxiliar de arbitragem da partida entre Chile e Uruguai, agredido a demais jogadores chilenos, faltado com respeito ao corpor de arbitragem e ao público nas arquibancadas do estádio”, afirmou a Federação de Futebol Chilena em comunicado.

Crédito da foto: Reprodução



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.