A despedida de Robinho em 2005

Reprodução

Após ser peça fundamental nos dois últimos títulos do campeonato brasileiro do Santos, Robinho passou a ser assediado cada vez mais por equipes europeias. O drama familiar do sequestro de sua mãe durante o campeonato brasileiro de 2004 também parecia ser um motivador para que o jogador deixasse o Brasil.

Nos bastidores, o staff de Robinho pressionava o Santos a negociar o jogador. O camisa 7 chegou a pedir publicamente para ser negociado. Tanta pressão obrigou o Santos a ceder, em agosto de 2005 o principal destaque da equipe era negociado com o Real Madrid. Robinho chegaria à equipe madridista com status de estrela, com a reserva da camisa 10 que havia sido defendida por Luís Figo.

A transferência envolveu a soma vultosa à época de 30 milhões de dólares. Centenas de torcedores do Real Madrid o receberam no aeroporto e milhares no estádio para a sua apresentação.

Antes disso, porém, Robinho faria a sua despedida junto à torcida santista na Vila Belmiro, diante do Figueirense. Com direito a declarações de amor antes e depois da partida e beijo no gramado, houve uma grande festa da torcida que soube reconhecer os feitos do craque até aquele momento. O primeiro tempo da partida também foi bastante animador, o Santos fez 4×0 sobre a equipe catarinense, dois gols foram marcados por Robinho cobrando pênaltis.

No segundo tempo o Figueirense chegou a marcar três gols, mas mesmo com o susto, não abalou a despedida do craque junto à sua torcida. Após a vitória por 4×3, Robinho ainda defenderia o escudo santista contra o Paysandu, dessa vez longe da torcida.

O Santos venceria o Paysandu por 3×2, de virada, no último jogo da primeira passagem de Robinho pelo Santos. O jogador não marcou gols e foi discreto em campo. Nos bastidores Robinho foi homenageado pela torcida em Belém, 2000 pessoas o aguardaram no aeroporto, e também pelos companheiros de equipe, que participaram de um DVD com depoimentos ao colega. Chegava ao fim a primeira passagem Robinho no Santos, após a conquista de 2 campeonatos brasileiros, a garantia de um lugar na Seleção Brasileira de Futebol e chegada ao Real Madrid com a responsabilidade de uma estrela em ascensão.