“Aldo correu da luta e não acho que voltará”, provoca McGregor

Getty Images

Se a provocação era uma estratégia de Conor McGregor para desestabilizar José Aldo para a luta principal do UFC 189 valendo o cinturão da divisão dos penas, a desistência do brasileiro por ter fraturado a costela nos treinos virou motivo para o irlandês soltar o verbo contra o atual campeão. Em conferência de imprensa por telefone na última quarta-feira e promovida pelo Ultimate, o lutador falastrão voltou a duvidar da lesão de Aldo.

LEIA MAIS:
Chael Sonnen se irrita com rival de McGregor e divulga número de celular no Facebook
Campeão do UFC, Weidman afirma que venceria Pelé no futebol: “Venço brasileiros em tudo”
Chad dá recado a McGregor: “Vou te finalizar em três minutos”
Werdum ganha moral no UFC e é destaque em lançamento de uniformes; Veja fotos

“Não culpo o homem. Eu estava indo massacrá-lo para c…, membro a membro. Faz sentido ele correr. Aldo foi correndo para longe da luta, e não acho que ele voltará. Não sei mesmo se ele estará de volta”, ironizou McGregor, que agora terá pela frente o norte-americano Chad Mendes no evento do dia 11 de julho em disputa do cinturão interino da categoria.

“Eu já pensava que isso poderia acontecer. Antecipei que José Aldo não iria aparecer no próximo dia 11. Como eu digo: os olhos nunca mentem. Quando olhei nos olhos dele, eu via apenas medo”, soltou o irlandês.

O principal desafiante da categoria (atrás apenas do campeão Aldo) se autodeclarou dono da divisão, chamando Aldo para o combate quando o brasileiro se recuperar fisicamente. “Essa é agora a divisão de Conor McGregor. Se ele quiser voltar, com o rabo entre as pernas, podemos fazer isso em um estádio em Dublin”.

Sobre o novo adversário pela frente, McGregor manteve a confiança na vitória e na hegemonia sobre qualquer lutador na divisão. “Vou destruir cada um dos pesos penas, não importa se é Aldo ou Chad, vou destruir todos. Isso não é sobre ser campeão, e sim por tornar essa uma divisão de apenas um cara”, completou o irlandês.

McGregor e Mendes nunca se enfrentaram pelo UFC, mas o norte-americano já encarou José Aldo duas vezes – em 2012, derrotou o rival no primeiro round, e em 2014, o brasileiro só foi vencer na contagem dos árbitros, em ambos os eventos no Rio de Janeiro.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: Getty Images



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.