Após derrota para o Atlético-PR, Rogério Ceni alfineta diretoria do São Paulo

A debandada de jogadores do São Paulo, negociados pela diretoria do clube nos últimos dias, irá atrapalhar os anseios do time ser campeão de alguma coisa na temporada. Não, esta não é uma conclusão óbvia, dita por um torcedor. Esta é a opinião de Rogério Ceni, capitão da equipe, que reclamou da situação após a derrota da equipe para o Atlético-PR, nesta quarta-feira (1º).

LEIA MAIS:
Lucão assume erro pelo gol sofrido e afirma: “temos tudo para dar a volta por cima”
No São Paulo, Souza deve ser o próximo a dar adeus

“As pessoas falam muito (da importância) do dinheiro (das negociações). Esse clube aqui, que eu trabalho há 25 anos, eu conheço bem. Essa coisa do dinheiro, uma hora se resolve. Agora, você perder seis, sete jogadores assim, muita venda, né? Aí enfraquece”, reclamou o ídolo da torcida Tricolor, em entrevista para o SporTV, na saída do gramado.

Segundo Rogério Ceni, o interesse dos cartolas, de equacionar as dívidas do clube vendendo atletas, se choca com os interesses pessoais dele, de ser campeão, em seu último ano como profissional. “A gente tinha uma expectativa, há duas semanas atrás, três semanas atrás, que muda totalmente, né?”, questionou, de forma retórica.

“A gente entende a necessidade financeira do clube, mas eu entendo também a minha necessidade de ser campeão, então aí são conflitos que a gente tem que resolver”, finalizou, bastante irritado.

Apenas nas últimas semanas, o São Paulo negociou Rodrigo Caio, Paulo Miranda e Denilson. Nessa semana, perdeu Dória, que teve de voltar ao seu time, o Olympique de Marselle e deve dar adeus à Souza, que tem sido especulado no futebol turco. Alexandre Pato, que está emprestado ao clube, também pode sair, já que interessa à Lazio, da Itália.

Foto: Getty Images



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...