Após derrota para o Corinthians, Celso Roth diz que pode deixar o Vasco

Paulo Fernandes/Vasco

A derrota do Vasco para o Corinthians, por 3 a 0, colocou em risco a permanência de Celso Roth no comando técnico do Gigante da Colina. Com 8 jogos na função, o treinador já balança no cargo por não ter conseguido sequer deixar a equipe próxima de sair da Zona de Rebaixamento, situação em que está desde a 4ª rodada.

LEIA MAIS:
Opinião: Celso Roth deve ser demitido do Vasco hoje
Vasco perde para o Corinthians e vira piada na web; veja

Internamente, a saída de Celso Roth de São Januário já é dada como certa por algumas pessoas. Ao que parece, o comandante perdeu o controle sobre os bastidores da Colina e já há jogadores que querem a mudança de comando. A diretoria do Vasco, publicamente, reforçou a confiança no treinador, mas ele mesmo, em entrevista coletiva após a derrota para  o Timão, admitiu que pode deixar o cargo:

“O risco de cair, a partir do momento em que tu és contratado, com 10 jogos em 38 dias, e eu corro risco de cair, é bem interessante essa sua colocação… Acho que tu devias pensar bem antes de fazer essa pergunta, apesar de que nós temos uma cultura aqui no Brasil disso infelizmente. Jogamos hoje com um time que tem uma sequência de trabalho, que iniciou 2015 como melhor time do Brasil, não ganhou as competições que planejou, deu uma caída e se recuperou. Por quê? Sequência de trabalho. Todo time passa por determinados momentos, e a sequência que determina o nível de qualidade técnica, física, tática para disputar um Brasileiro longo que nem esse. Agora, se nesses 10 dias, a coisa acontecer para o lado contrário (de ser demitido), é a vida do treinador”, disse  Roth.

O Vasco só volta a jogar no dia 9 de agosto, domingo, contra o Joinville, no Maracanã. A partida é determinante para manter vivas as esperanças de um futuro melhor para o Cruzmaltino.

Foto: Paulo Fernandes/Vasco