Artilheira das Sereias da Vila elogia estrutura diferenciada do Santos para o feminino

O canal da Santos TV no Youtube fez um perfil da artilheira do time feminino do Santos, a atacante Luize Novaes, de 28 anos. A jogadora falou sobre temas como a ótima estrutura do clube, infância, carreira e o que pretende para o futuro.

Nascida em Belém-PA, Luize é a principal arma ofensiva das Sereias da Vila no Paulista Feminino, com oito gols. Desde pequena a atacante teve contato com esportes: ela também praticou natação e vôlei, mas sua paixão pelo futebol falou mais alto.

O sonho de ser jogadora de futebol começou aos 11 anos, quando a família da atacante se mudou para São José dos Campos, no interior de São Paulo. Andando pela cidade, Luize viu um cartaz em um clube que oferecia matrículas para jogar futebol feminino, e foi a partir desse dia que a artilheira do Peixe começou a encarar o futebol como algo que poderia ser sua profissão.

Para obter sucesso na carreira, Luize destaca o apoio que recebeu da sua família: “Em um Brasil tão cheio de preconceito, dentro da minha casa eu tenho um incentivo muito grande”.

Apesar de ter jogado em equipes grandes no futsal e no futebol feminino, Luize conta que muitas equipes não oferecem estrutura para desempenhar bem a modalidade no país. “A grande diferença de jogar no Santos é ter estrutura que o clube te proporciona em relação a tudo. Eu joguei em muitos clubes de camisa, mas que realmente só davam a camisa”, explica.

Por conta da falta de investimento no futebol feminino ser menor que no masculino, muitas meninas acabam desistindo do sonho de jogar futebol e procuram outra forma para se sustentarem. A artilheira das Sereias da Vila relata que muitas amigas desistiram do futebol por conta dessa realidade.

“Tenho muitas amigas que tiveram que largar o futebol para trabalhar, tenho muitas amigas que tiveram que conciliar treino e emprego. Muitas meninas encerram a carreira porque não tem como se manter ganhando o que o futebol feminino paga no país”.

Apesar de muitos clubes não possuírem uma estrutura adequada para o futebol feminino, Luize destaca que no Santos a situação é diferente  “A gente tem uma estrutura completa do clube e um presidente apaixonado pela modalidade”, disse a artilheira. Além da estrutura oferecida para treino, Luize conta que está fazendo faculdade de Educação Física através de uma bolsa proporcionada pelo clube santista. Ao final do perfil, a artilheira das Sereias da Vila exalta o trabalho que está sendo desenvolvido pelo Peixe “O Santos é um espelho no Brasil inteiro com o futebol feminino”, afirma.

Campeonato Paulista Feminino
As Sereias da Vila entram em campo pelas quartas de final do Paulista Feminino, neste domingo (2), no CT Rei Pelé, às 10h, contra o Rio Preto pelo jogo de ida, a partida de volta será em São José do Rio Preto no dia 8 de agosto, às 15h.

Campeonato Brasileiro
A equipe femina do Santos, estreia no Campeonato Brasileiro no dia 9 de setembro, contra a equipe do Pinheirense. A partida será realizada no CT Rei Pelé, às 10h.
A competição conta com 20 equipes divididas em quatro grupos, as Sereias da Vila estão no grupo 1 com Ferroviária, Pinheirense, Rio Preto e Iranduba.

Sereias da Vila
O futebol feminino voltou ao Santos no começo de 2015 após um período sem a categoria. A apresentação das novas Sereias da Vila aconteceu durante as comemorações dos 103 anos do clube. Nos anos de 2008 a 2012 as Sereias da Vila fizeram parte de uma vitoriosa época para o clube com títulos nacionais e da Libertadores

Confira o perfil completo de Luize:

Siga Nagila Luz nas redes sociais: Twitter | Facebook | Instagram 

Foto: Flickr Santos FC



Nagila Luz (22) é jornalista formada pela UNITAU.