Banida pela FIBA, Rússia corre o risco de não competir nas Olimpíadas

Banida pela FIBA, Rússia corre o risco de não competir nas Olimpíadas - Foto: Getty Images

Os jogadores russos de basquete podem estar cada vez mais longe da vaga para as Olimpíadas do Rio de Janeiro, próximo ano. O motivo seria uma carta enviada pela Federação Internacional de Basquete (FIBA) à Rússia, nessa quarta-feira (23). Segundo o site da entidade russa, o documento bania todos os times do país de disputar uma competição internacional.

LEIA MAIS
Banido da NBA, ex-jogador é proibido de brincar em parque de diversões

A punição é consequência das irregularidades na eleição do novo presidente da federação russa de basquete. “O Comitê Executivo da FIBA decidiu suspender com efeito imediato a Federação Russa de Basquetebol (RBF), tendo em vista o fato de que a RBF tem sido incapaz de resolver as questões institucionais e jurídicas de longa data que impedem a Federação de trabalhar sob condições adequadas e manter total controle e governança em o país, como comprovado pela decisão do Tribunal publicada recentemente contra a RBF”, diz a carta da FIBA, publicada no site da entidade russa.

Mas, a situação pode ser revertida nos dias 8 e 9 de agosto. Nessa data, os membros do basquete russo irão se reunir com a FIBA para discutir o futuro da modalidade no país. Se a punição for suspensa, a seleção russa masculina terá logo um desafio algumas semanas depois: o Pré-Olímpico.

O time russo de basquete é um forte candidato a medalhas nos Jogos Olímpicos do Rio 2016. Afinal, foram eles que levaram o bronze para casa, nas Olimpíadas de Londres, em 2012.

Foto: Getty Images



Jornalista pós-graduada em jornalismo esportivo e apaixonada pelo basquete desde os 11 anos de idade, independente do campeonato e da nacionalidade.