Brasil superou crise com Ricardinho e conquistou título que faltava a Bernardinho no Rio-2007

Os Jogos Pan-Americanos de 2007 representavam uma chance para a seleção brasileira masculina de vôlei conquistar o título que faltava ao técnico Bernardinho, no comando do time desde 2001. O Pan de 2003 marcou uma eliminação nas semifinais de um elenco que acabaria campeão olímpico em 2004, em Atenas, e já havia conquistado o Mundial de 2002, além de vários títulos da Liga Mundial naqueles tempos.

O clima era quase perfeito. O Brasil jogaria diante de sua torcida no Rio de Janeiro. O ginásio do Maracanãzinho era a casa do vôlei naquela edição do Pan, que serviu para a capital fluminense mostrar ao mundo que poderia receber um evento daquele porte. Era o caminho aberto para uma candidatura bem-sucedida para sediar os Jogos Olímpicos de 2016.

“Quase” perfeito, porque Bernardinho cortou o levantador Ricardinho às vésperas do Pan, detonando uma crise na relação com o jogador, que ficou anos fora da seleção brasileira. A torcida chegou a protestar nas arquibancadas durante os primeiros jogos.

A seleção masculina entrava em quadra com a missão de recuperar a torcida do abalo sofrido no feminino. Diferentemente da Olimpíada em que as duas competições são simultâneas, o torneio feminino foi disputado na primeira semana de Pan, enquanto o masculino se realizou na segunda. O time de José Roberto Guimarães perdeu para Cuba no tie-break da grande final e amargou a medalha de prata.

Jogando contra Cuba, Canadá e México, o Brasil arrasou todos os adversários na primeira fase e garantiu o primeiro lugar do grupo sem perder nenhum set. Na semifinal, encontrou a mesma Venezuela que havia sido o carrasco do Pan de Santo Domingo, em 2003. Se naquela vez o time de Bernardinho foi derrotado inesperadamente no tie-break, em 2007 a história foi bem mais tranquila. Vitória por 3 a 0 e vaga na final.

Na grande decisão, mais um 3 a 0, desta vez em cima dos Estados Unidos, e uma conquista histórica sem perder nenhum set. O time brasileiro dava a Bernardinho o título que faltava.



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.