Carlos Amarilla diz que errou e deixa recado para os torcedores do Corinthians

No último mês, os erros causados por Carlos Amarilla na partida entre Corinthians x Boca Juniors pela Libertadores de 2013 voltaram à tona, após escutas entre dirigentes serem divulgados. Nesta quarta-feira, o paraguaio falou em entrevista ao SporTV, onde confessou que errou, mas negou qualquer tipo de armação.

Carlos Amarilla disse ao repórter André Hernan que desconhece qualquer influência dos dirigentes das Federações do Paraguai e da Argentina e que só cumpriu ordens da principal entidade da América do Sul, no fato de ter sido o escolhido para apitar o jogo entre Corinthians x Boca.

“A verdade é que não temos nem ideia. Nós somos árbitros e respondemos à Conmebol. O senhor Nico apresentou uma nota para a Associação Paraguaia de Futebol pedindo desculpas e explicando a situação”, explicou, Amarilla.

Ele ainda deixou um recado aos corintianos e disse que errou sim em um lance propicio, mas que está sujeito a errar como qualquer pessoa.

“Posso dizer a eles (corintianos) que o futebol é um esporte de seres humanos, com virtudes e defeitos, no qual os jogadores se equivocam, os técnicos se equivocam, os dirigentes se equivocam, os jornalistas. Nós somos seres humanos e temos que decidir em milésimos de segundo e também nos equivocamos. O trio teve erros na partida, é verdade. No meu caso foi da mão. Está claro que os jogadores me encobriram, eu estava atrás da jogada, tanto assim que só um jogador reclamou”, finalizou o árbitro.

Foto: Getty Images



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.