Cavani passou a Copa América em branco e ainda sofreu com a prisão do pai

Getty Images

Com a chegada de mais uma final da Copa América, neste sábado entre as seleções da Argentina e do Chile, vamos lembrar aqui as coisas inusitadas que aconteceram nessa edição. Uma delas aconteceu com o jogador Edinson Cavani, da seleção do Uruguai.

O atacante do PSG chegou ao Chile como o grande nome da atual campeã da competição, já que Luis Suárez está suspenso, mas decepcionou. Cavani não marcou nenhum gol e ainda se envolveu em confusão.

O uruguaio foi agredido no jogo contra o Chile pelo jogador Gonzalo Jara, respondeu com um tapa e ainda viu seu pai Luis Cavani ser preso pela polícia uruguaia após se envolver em um acidente de trânsito vitimando um ciclista, que veio a falecer.

Ficou constatado que o pai de jogador estava alcoolizado no momento do acidente. Por conta desse episódio, Cavani quase se despediu dessa Copa America. Chegou a se cogitar que o uruguaio abandonasse a concentração antes da partida contra o Chile.

Logo após a eliminação da seleção do uruguaia, o jogador foi visitar o seu pai na prisão.

Crédito da foto: Getty Images