Com Marcelo, Palmeiras para com “tiki taka” e se torna poderoso nas finalizações

César Greco/Ag. Palmeiras

Em pouco mais de um mês de trabalho, Marcelo Oliveira mudou o Palmeiras de várias maneiras no Campeonato Brasileiro. Uma delas foi exigir maior capricho dos jogadores nas finalizações. O time parou com o monótono “tiki taka”, aquela troca de passes sem ir a lugar algum, e passou a agredir os adversários com mais objetividade, principalmente os atacantes, que fizeram quase todos os gols com o novo treinador.

LEIA TAMBÉM:
Casa cheia! Palmeiras tem 34 mil ingressos vendidos para jogo contra Atlético-PR
Mercado da bola: Palmeiras empresta jovem promessa da base ao Remo
Mercado da bola: Fábio, do Cruzeiro, estaria nos planos do Palmeiras para 2016
Com ingresso mais caro do Brasil, Allianz Parque alcança quase R$ 50 milhões em 2015
Leandro Pereira “voa” em treino do Palmeiras e deve confirmar titularidade

Oswaldo deixou o Palmeiras depois da sexta rodada em que o Palmeiras foi derrotado pelo Figueirense. Até aquele ponto, o grupo alviverde não figurava entre os principais finalizadores do Brasileiro. Ao contrário disso, era quem mais mantinha a posse de bola.

Em oito partidas sob seu comando, Marcelo fez a equipe subir para o segundo lugar em finalizações (com 91), atrás apenas do Atlético-MG (com 100). Para completar, o Palmeiras é o segundo melhor ataque da competição, com 26 gols, só superado pelo Galo (32). Na contramão, a posse de bola do Verdão diminuiu consideravelmente, mas porque o time hoje sabe o que fazer com a bola no pé.

Com Marcelo, foram seis vitórias do Palmeiras e um total de 18 gols marcados, 14 somente pelos jogadores do setor ofensivo. O grande destaque é Leandro Pereira, que balançou as redes seis vezes, seguido por Cristaldo e Dudu, com três gols cada um. Rafael Marques, goleador na era de Oswaldo, vem com marca mais modesta – dois tentos com a nova comissão.

Se for entrar na conta jogos fora do Brasileirão, a estatística se torna ainda mais poderosa a favor de Marcelo. Na partida de volta contra o ASA-AL pela Copa do Brasil, em Londrina, o Palmeiras venceu por 1 a 0 com gol do jovem atacante Gabriel Jesus.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: César Greco/Ag. Palmeiras



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.