Deputado detona Eduardo Cunha: “é igual ao Fluminense: não aceita perder”

Gustavo Lima / Câmara dos Deputados

Com a polêmica manobra do presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a Câmara dos Deputados aprovou nessa madrugada a redução da maioridade penal, de 18 para 16 anos, nos casos de crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal com morte. Ainda será preciso votar novamente na Câmara e em outros dois turnos no Senado. A emenda é bastante semelhante à que foi rejeitada 24 horas antes pelo mesmo grupo, o que deixou o deputado federal Paulo Pimenta (PT-SP) inconformado e que recorreu a uma comparação com o futebol brasileiro para externar sua indignação.

LEIA TAMBÉM:
Mercado da bola: Lateral do Fluminense tem sondagem do futebol europeu

Horas antes do resultado final da segunda votação, Pimenta fez um comparativo entre o presidente da Câmara e o Fluminense. Para ele, a maioria dos votos de um dia antes não foi respeitada pela autoridade do presidente da Câmara, classificando um contragolpe da classe.

“Se este plenário fosse o Brasileirão, o senhor presidente desta Casa [deputado Eduardo Cunha] seria o Fluminense: não aceita perder, mas quando perde, quer recorrer ao tapetão para mudar o resultado e subir na Justiça”, disse Pimenta, visivelmente exaltado na tribuna.

Veja o vídeo:

Ao perder a disputa na madrugada de quarta-feira, o PMDB, partido de Cunha, e o restante da oposição ao governo firmaram acordo para votar uma nova proposta sobre o tema. Então foi apresentada uma emenda aglutinativa, alterando pouquíssimos itens – excluiu o tráfico de drogas e o roubo qualificado da condição de crimes a que a redução da maioridade pode se aplicar.

Pimenta (PT-SP) se referiu ao Fluminense pelo episódio em que o Tricolor subiu da Série C diretamente para a Série A do Campeonato Brasileiro em 1999 por decisão do tapetão (Justiça Deportiva). Além disso, o Flu se librou do rebaixamento à Segundona em 2013 após a descoberta irregular de um jogador da Portuguesa. Com a perda de pontos da Lusa, só assim os cariocas se livraram de mais um descenso.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: Gustavo Lima / Câmara dos Deputados



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.