Em revanche do Rio-2007, Brasil bate Cuba e ganha Pan de Guadalajara

Getty Images

Os Jogos Pan-Americanos de 2011, em Guadalajara, no México reservou uma série de surpresas para a seleção feminina de vôlei. Com o título engasgado dos jogos no Rio de Janeiro, o time brasileiro foi para o México para consagrar uma geração que já era campeã olímpica. Só faltava a conquista na competição.

A trajetória do time de José Roberto Guimarães foi tranquila. Com o time titular formado por Dani Lins, Sheila, Jaqueline, Paula, Thaísa, Fabiana e a líbero Fabi, a seleção perdeu uma das suas jogadoras mais importantes logo no primeiro jogo da competição. A ponteira Jaqueline após uma disputa de bola sofreu uma contusão na coluna ao se chocar com a líbero Fabi. A jogadora teve que deixar a concentração e voltar ao Brasil.

Na primeira fase da competição a seleção enfrentou Cuba, República Dominicana e Canadá. Todos os jogos foram vencidos pela equipe brasileira. Com destaque para as bolas de meio de rede com Fabiana e Dani Lins, o Brasil passou fácil pelos adversários e derrotou a República Dominicana na fase de semifinal.

Para a grande final do Pan de 2011, Brasil e Cuba estavam na decisão repetindo a final de quatro anos antes. Com a seleção caribenha sem a mesma força de Calderón e Ruiz, a seleção brasileira mostrou sua superioridade e venceu a disputa por 3 a 1. O grande destaque da seleção foi a ponteira Fernanda Garay, que após a competição assumiu a titularidade em uma das pontas.