Em Silverstone, Hamilton fatura sua oitava pole position no ano

Lewis Hamilton segue impossível nos treinos classificatórios. O inglês conquistou na manhã deste sábado a pole position para o Grande Prêmio da Inglaterra de Fórmula 1, ao ser o piloto mais rápido da fase final do qualifying realizado no circuito de Silverstone. Para isso, o líder do campeonato conseguiu percorrer os 5.981 metros do traçado inglês em 1min32s248, garantindo pela oitava vez em nove corridas o direito de largar da primeira posição.

LEIA MAIS:
Especial: saiba tudo sobre o GP da Inglaterra de Fórmula 1
Hamilton domina último treino livre em Silverstone
Rosberg lidera mais um treino e domina sexta-feira em Silverstone
Carro quebra, mas Rosberg supera Hamilton no TL1 em Silverstone

A segunda colocação ficou mais uma vez com Nico Rosberg, que liderou os dois treinos da sexta-feira, mas acabou superado em um décimo pelo atual campeão do mundo no classificatório. A segunda fila contará com os dois carros da Williams, que depois de não ter um bom desempenho nos ensaios, viu Felipe Massa ficar com a terceira posição, seguido por Valtteri Bottas.

Kimi Räikkonen e Sebastian Vettel largarão da terceira fila com os carros da Ferrari. O finlandês, piloto mais rápido da primeira fase do qualifying, não conseguiu repetir o desempenho na fase decisiva. Daniil Kvyat partirá da sétima colocação com o carro da Red Bull, seguido por Carlos Sainz, da Toro Rosso. Nico Hulkenberg levou a Force India ao nono posto, enquanto Daniel Ricciardo fechou a lista dos dez melhores.

Um dos destaques dos treinos livres, Max Verstappen decepcionou no qualifying e foi eliminado ainda no Q2. O holandês largará da 13ª colocação, após estar sempre entre os dez melhores nos treinos livres. De quebra o mais jovem piloto a alinhar para uma largada na história da Fórmula 1 viu seu companheiro de equipe, Carlos Sainz, garantir uma vaga na fase final da atividade.

Felipe Nasr não conseguiu avançar para a segunda fase do treino classificatório e largará da 16ª colocação em Silverstone. Como esperado, o brasileiro da Sauber foi mais rápido em relação aos dois carros da McLaren e da Manor, mas o tempo de 1min34s888 não foi suficiente para superar a marca de Marcus Ericsson, seu companheiro de equipe, o que provocou a eliminação ainda no Q1.

O Grande Prêmio da Inglaterra de Fórmula 1 acontece neste domingo, a partir das 9h.

Foto: divulgação/Mercedes



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.