Especial: Veja os cinco nomes mais badalados do mercado de agentes-livres da NBA

Reprodução/Instagram

Agora é oficial! O mercado de agentes-livres da NBA está aberto. A partir das 0h desta quarta-feira (1) – no horário americano – os jogadores que optaram por se tornar free-agents puderam dar início às reuniões com as franquias que lhes interessa e negociar os próprios contratos para a próxima temporada regular.

Bons nomes à disposição é o que não falta e o novo acordo de TV assinado pelos clubes abriu mais espaço no teto salarial para que reforços sejam contratados.

O Torcedores.com traz a situação dos principais jogadores disponíveis para ouvir as sedutoras propostas das equipes e a situação dos mesmos. Alguns deles já possuem acordo verbal para a renovação e só aguardam a assinatura de contrato – como é o caso de Kawhi Leonard, dos Spurs.

Veja quem pode estar negociando para reforçar sua equipe ou desfalcá-la:

LeBron James

Ele está de volta aos holofotes. Após retornar à Cleveland e conduzir os Cavaliers ao vice-campeonato da NBA, LeBron James optou por se tornar agente-livre irrestrito (pode acertar com qualquer equipe) pela terceira vez em seis anos. Segundo a ESPN americana, desta vez a manobra poderá ter um fim diferente.

King James teria recusado a opção de renovação automática, no valor de US$21,5 milhões, para poder assinar um contrato mais extenso (e mais lucrativo). O jogador teria a intenção de permanecer em Ohio e estaria participando de conversas sobre possíveis reforços para os Cavs. Antes, porém, LBJ deverá “assistir” aos movimentos da franquia para formar um time competitivo.

Uma coisa é certa: se James optar novamente por “levar seus talentos” de Cleveland, o telefone do atleta não irá parar de tocar.

Marc Gasol

Um dos pivôs mais impactantes da liga atualmente, Marc Gasol também não deverá respirar novos ares. Mesmo sendo agente-livre irrestrito, o espanhol sequer se reunirá com outras equipes antes de conversar com seu atual time, o Memphis Grizzlies.

Segundo a imprensa americana, Marc irá receber pessoas ligadas à franquia em sua residência, na Espanha, para chegar a um acordo verbal de forma rápida. Nomeado para o primeiro time da NBA na temporada, o pivô teve sua melhor média de pontos da carreira (17,4) no último campeonato.

Com esses rumores, equipes como New York Knicks, Los Angeles Lakers e Milwaukee Bucks, que tinham interesse no atleta, já articulam planos para outros nomes.

LaMarcus Aldridge

Aldridge talvez seja o grande sonho de consumo da temporada de free-agency. Após afirmar que não tem a intenção de retornar à Portland, o ala-pivô deu sinal verde para que as equipes se programem em busca do camisa 12.

Sete equipes já agendaram encontro com o atleta: Lakers, Houston Rockets (reuniões aconteceram nas primeiras horas de mercado aberto), San Antonio Spurs, Phoenix Suns, Dallas Mavericks, Toronto Raptors (todos os encontros serão nesta quarta-feira) e Knicks (conversará com o jogador na quinta-feira). De acordo com a imprensa americana, a briga entre os angelinos e os Spurs será quente. Por um lado, Mitch Kupchak, General Manager do LA, pode oferecer um contrato máximo ao ala-pivô. Em favor dos texanos, pesa o fato de Aldridge ser nascido no Texas e Gregg Popovich já ter em mãos um time vencedor.

Os dados estão lançados e Aldridge promete ser a grande novela da offseason.

Jimmy Butler

Agente livre restrito (o time pode igualar qualquer oferta feita pelo atleta), Jimmy Butler poderia ser um dos nomes mais comentados a partir da abertura do mercado. Mas os rumos mudaram antes da meia noite.

Após muito se falar em um interesse mútuo do Los Angeles Lakers e o jogador, o Chicago Bulls ofereceu um contrato máximo no valor de 90 milhões de dólares por cinco anos para Butler. A ação fez com que o jogador adiasse as reuniões já combinadas. Assim, os Bulls devem manter o ala-armador que, ao lado de Derrick Rose, será elemento chave na reformulação do time, agora sem o técnico Tom Thibodeau.

DeAndre Jordan

Briga de gigantes para ter o pivô. Não bastasse um clássico de Los Angeles na disputa por Jordan – sua atual equipe, o LA Clippers terá a concorrência do rival Lakers -, a tradição do New York Knicks coloca ainda mais peso no embate. Mesmo tendo três adversários de peso, quem surge como favorito no momento é o Dallas Mavericks, que segundo a imprensa americana tem a preferência de DeAndre Jordan.

Um dos principais nomes do Clippers, o camisa 6 é visto como a peça de reposição ideal para a franquia, que pode perder o pivô Tyson Chandler. Assim que a janela de negociações foi aberta, Jordan se reuniu com algumas pessoas ligadas ao Mavs e um novo encontro está programado para antes do jogador ouviu as propostas de Lakers e Knicks. Além do mais, uma mudança de vestiário no Staples Center seria uma tragédia para a torcida dos Clippers, que tem um enorme carinho por ele.

 

Outros nomes disponíveis no mercado

IRRESTRITOS – DeMarre Carroll (ala), Paul Millsap (ala-pivô), Brook Lopez* (pivô), Kevin Love* (ala-pivô), Tyson Chandler (pivô), Monta Ellis (armador), Rajon Rondo (armador), Greg Monroe (pivô), Tayshaun Prince (ala), Leandrinho Barbosa (armador), Josh Smith (ala), Jason Terry (armador), Luis Scola (ala-pivô), DeAndre Jordan (pivô), Jeremy Lin (armador), Kosta Koufos (pivô), Dwyane Wade (armador), Goran Dragic* (armador), Kevin Garnett (pivô), Robin Lopes (pivô), Wesley Matthews (armador), Marco Belinelli (ala), Tim Duncam (ala-pivô), Manu Ginobili (armador), Danny Green* (armador), Paul Pierce (ala)

RESTRITOS – Matthew Dellavedova (armador), Tristan Thompson* (ala-pivô), Iman Shumpert (armador), Reggie Jackson (armador), Kawhi Leonard* (ala), Draymond Green (ala-pivô), Norris Cole (armador), Tobias Harris (ala)

* Jogadores que já possuem acordos para renovarem com as atuais equipes

Crédito do foto: Reprodução/Instagram



Jornalista graduado pela Universidade Federal de Viçosa. Tem no esporte uma "paixão não correspondida", já que a habilidade trai na hora de praticar. Se jogar não é o forte, por que não falar sobre?