“Eu acredito” fez a diferença para o Atlético contra o Corinthians em 2014

BELO HORIZONTE, BRAZIL - OCTOBER 15: Marcos Rocha (F) of Atletico MG celebrates the victory against Corinthians during a match between Atletico MG and Corinthians as part of Copa do Brasil 2014 at Mineirao Stadium on October 15, 2014 in Belo Horizonte, Brazil. (Photo by Buda Mendes/Getty Images)

O Atlético-MG chegou às quartas de final da Copa do Brasil de 2014 com confiança, após ter despachado o Palmeiras com duas vitórias. Diante do Corinthians, o cenário foi um pouco diferente. Mas a força do Mineirão foi fundamental para que o Galo revertesse um cenário praticamente impossível.

Contra o Palmeiras, o Atlético mandou seu jogo no Independência. Foi o jogo de volta, vencido pelo alvinegro por 2 a 0. Mas, logo no primeiro embate com o Corinthians, no Itaquerão, o Atlético foi derrotado: 2 a 0, resultado que obrigaria o time a vencer o Timão por uma diferença de três gols. Difícil? Claro. Impossível? Não para o torcedor do Atlético, que lotou o Mineirão com mais de 32 mil pessoas no dia 15 de outubro de 2014.

O que parecia difícil ficou ainda pior quando o peruano Guerrero abriu o placar para o Corinthians aos 4 minutos. Mas, nas arquibancadas, o torcedor do Atlético não desistiu. E empurrou o time, que correspondeu. Luan, aos 23, e Guilherme, aos 31, colocaram a equipe em vantagem antes do intervalo. Guilherme faria o terceiro gol aos 29 minutos da etapa final. Mas não era suficiente, ainda, para o Atlético cravar seu lugar na semifinal.

Coube ao zagueiro Edcarlos anotar o gol que selou a vaga do Atlético na próxima fase, aos 42 minutos. O “Eu acredito” fez mais uma vítima no gramado do Mineirão.

Crédito da foto: Getty Images



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.