Evaristo de Macedo: ídolo nos maiores rivais da Espanha

Evaristo

Evaristo de Macedo começou a carreira no Madureira e brilhou no Flamengo antes de desembarcar na Espanha. Na Europa vestiu a camisa do Barcelona por cinco anos, tempo suficiente para se tornar um dos maiores ídolos do clube.

Com a camisa blaugrana foram 226 jogos, 178 gols, dois títulos do Campeonato Espanhol e três Copas da Uefa. Até hoje sustenta a marca de maior artilheiro brasileiro da história do clube.

O brasileiro jogou na inauguração do Camp Nou, casa do Barcelona e foi o primeiro a marcar um hat-trick (três gols num mesmo jogo) no estádio do clube catalão, na goleada por 7 a 1 sobre o Valladolid, no dia 8 de março de 1958. Alguns meses depois, Evaristo marcou o primeiro hat-trick no clássico contra o Real Madrid, na goleada por 4×0.

Umas das coisas que Evaristo mais lamenta em sua passagem pelo Barcelona, foi quando o técnico da equipe, Vicente Feola, o proibiu de ser convocado para a Copa do Mundo, em 1958. O ex-jogador tinha o sonho de atuar ao lado de Pelé.

Após a brilhante passagem pelo Barcelona, Evaristo mudou de cidade e vestiu a camisa do rival Real Madrid, onde também é idolatrado. Pelo clube merengue o brasileiro conquistou três campeonatos espanhóis (1963, 1964 e 1965).

Quando retornou ao Brasil para jogar no Flamengo, em 1965, Evaristo de Macedo deixou o futebol espanhol mais “pobre” e Barcelona e Real Madrid com um ídolo a menos.

Foto: Divulgação/Barcelona